header top bar

section content

VÍDEO: Padre critica Bolsonaro e defende acordo do Whatsapp com TSE: “Mentira aliena e mata a esperança”

O aplicativo revelou de forma oficial o recurso "Comunidades", mas ele só será disponibilizado no Brasil após as eleições, devido a um acordo com o TSE

Por Jocivan Pinheiro

18/04/2022 às 15h34 • atualizado em 18/04/2022 às 15h41

Na coluna Direto ao Ponto desta segunda-feira (18), Padre Francivaldo Albuquerque defendeu o acordo que o Whatsapp fez com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para combater desinformação e fake news.

“Fake news continua sendo a bandeira defendida pela presidência da República, quando no passado se defendia a Bíblia como bandeira da verdade. E qual a escolha do povo: verdade ou fake news?”, indagou.

No dia 14 deste mês, o aplicativo revelou de forma oficial o recurso “Comunidades”, mas ele só será disponibilizado no Brasil após as eleições, devido a um acordo com o TSE. Padre Francivaldo elogiou a decisão.

“A força da democracia está na prática da verdade, da liberdade. A liberdade fundamentada na mentira gera morte. A liberdade tem que ter como máxima o respeito, e ninguém pode respeitar alguém mentindo”, disse o padre.

O recurso “Comunidades” permite a criação de grupos com milhares de pessoas, através da reunião de pequenos grupos com o mesmo tema, criando uma rede de usuários.

PORTAL DIÁRIO

ELEIÇÕES 2022

VÍDEO: Durante coletiva, Chico Mendes anuncia recuperação da PB 400 e fala sobre saúde em Cajazeiras

IMUNIZANTES

VÍDEO: Referência em imunizantes, Clínica Imunne oferece vacina contra a Dengue no Ceará e em Cajazeiras

PRESTAÇÃO DE CONTAS

VÍDEO: Presidente da Câmara de Vereadores destaca obras em Cajazeiras e garante construção da nova sede

ACOMPANHANDO OS CASOS

VÍDEO: Secretaria de Saúde da PB alerta Cajazeiras e Sousa ao pedir busca ativa de casos de tuberculose

Recomendado pelo Google: