header top bar

section content

VÍDEO: Padre faz alerta sobre aumento de casos de dengue na Paraíba e pede que sertanejos se previnam

Surto de dengue que começa a assolar o Brasil é o pior dos últimos 10 anos em cinco estados e no Distrito Federal

Por Jocivan Pinheiro

23/05/2022 às 15h06 • atualizado em 23/05/2022 às 15h07

O surto de dengue que começa a assolar o Brasil é o pior dos últimos 10 anos no Distrito Federal e nos estados de Goiás, Piauí, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins. Nesses locais, o número de casos do primeiro quadrimestre já é maior do que em todo o ano de 2021.

Apesar da Paraíba ainda não estar entre os estados com pior surto, o padre Francivaldo Albuquerque, na sua coluna Direto ao Ponto, faz um alerta à população paraibano, especial aos sertanejos, para retomar o combate preventivo.

“Esta campanha é da sociedade como um todo. Ela se torna gravíssima quando a sociedade não abraça. Todos têm que abraçar a campanha e começar agora, já que tem previsão de chuvas fortes daqui a poucos dias”, alertou o coliunista.

Mortes

O 18º boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, atualizado na última sexta-feira (20), mostra mais um óbito por dengue em 2022. Agora, a capital do país soma duas mortes pela doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti neste ano.

Na Paraíba

Em abril, a Secretaria de Saúde da Paraíba apontou que houve aumento de 2.206 casos de dengue no estado. Até a 12ª Semana Epidemiológica (SE), foram notificados 3.461 casos prováveis de dengue, 2.062 casos prováveis de chikungunya e 121 de zika, totalizando 5.644 casos prováveis no ano de 2022.

DIÁRIO DO SERTÃO

SORTEIO DE R$ 100,00

VÍDEO: “O que o Brasil mais precisa?” agitou o Pix Diário do programa Olho Vivo; veja as respostas

CULTURA NORDESTINA

VÍDEO: Comerciantes de fogos juninos se adaptam para manter tradição em barraquinhas da cidade de Sousa

TRADIÇÃO DA ÉPOCA

VÍDEO: Comerciantes de produtos juninos avaliam vendas em Cajazeiras e temem mudança para outro local

REAÇÃO

VÍDEO: Governador diz que lei sancionada por Bolsonaro é ‘absurdo’ e não reduz preços dos combustíveis

Recomendado pelo Google: