header top bar

section content

Apenadas da Cadeia de Cajazeiras recebem certificado e expõem trabalhos feitos durante projeto. Confira!

A Comarca de Cajazeiras é parceira do projeto “Liberdade Qualificada” da prefeitura municipal que, disponibilizou um curso de crochê para essas mulheres.

Por

05/08/2014 às 15h29

Apenadas da Cadeia de Cajazeiras recebem certificado (Foto: ASCOM)

A Prefeitura de Cajazeiras, através da Secretaria Executiva de Políticas Públicas para as Mulheres realizou nesta terça-feira (05) a entrega de certificados do projeto “Liberdade Qualificada”. No encerramento do projeto, houve também exposição dos trabalhos realizados durante o curso pelas presas provisórias e apenadas em regime fechado.  

A Comarca de Cajazeiras é parceira do projeto “Liberdade Qualificada” que, disponibilizou um curso de crochê para essas mulheres. O objetivo do evento é a reintegração de 40 detentas da Cadeia Feminina de Cajazeiras.

Dois instrutores foram responsáveis por ensinar a prática artesã do crochê. As aulas práticas resultaram em diversas peças, como panos de prato, sandálias, toalhas de banho e de rosto.

Segundo a magistrada responsável pela Comarca, a juíza Paula Miranda, a ideia do curso surgiu após a verificação de mulheres habilidosas quanto à confecção do crochê dentro da Cadeia. “A diretora foi quem observou e, depois, veio nos procurar para ver o que poderia ser feito. Então entrei em contato com a Secretaria, que viabilizou o projeto”, afirmou.

Da assessoria

Tags:

Recomendado para você pelo google

DIAS 30 E 31 DE MARÇO

VÍDEO: Comédia “Escolinha Profana”, dos criadores do “Pastoril Profano”, se apresentará em Cajazeiras

ÚLTIMOS PROCEDIMENTOS

VÍDEO: Cemitério da Zona Norte de Cajazeiras deverá ser construído ainda neste ano, afirma secretária

DE OLHO NO TURISMO

VÍDEO: Prefeito de Monte Horebe revela que está planejando festival de inverno com uma semana de eventos

FALECEU NESTE DOMINGO

VÍDEO: Sepultamento do advogado Júnior Bento é marcado por homenagens emocionantes da família e amigos