header top bar

section content

Prefeitura de Cajazeiras corta aumento previsto para comissionados

A decisão contou com dois votos contrários, dos vereadores, Moacir Menezes(DEM) e Lea Silva(DEM), que não concordaram com a decisão do executivo municipal.

Por

25/11/2009 às 08h32

A Câmara Municipal de Cajazeiras aprovou nesta terça-feira(24) o projeto de Lei de autoria do executivo, que cortou o aumento previsto para os cargos comissionados, prefixado para o mês de setembro, da prefeitura de Cajazeiras.

A Lei, que foi aprovada em abril deste ano, estabeleceu um aumento salarial para os comissionados de 2º e 3º escalão, sendo R$ 800,00 para o 2º e R$ 600,00 para o 3º, já prefixando um segundo aumento para o mês de setembro, que elevaria os salários de 2º escalão para R$ 1.000,00 e R$ 700,00 para o 3º escalão.

O prefeito Léo Abreu justificou a decisão, alegando que a crise financeira vivida pelo município durante todo o ano de 2009, inviabilizou o segundo aumento. “ Não teríamos condições de pagar o 13º salário com esse segundo reajuste, por isso fomos obrigados a tomar esta decisão, mais temos a certeza que o primeiro reajuste, já foi bastante significativo, o ex-prefeito durante 8 anos não concedeu nenhum aumento para o 2º e 3º escalão”, argumentou Léo.

A aprovação contou com dois votos contrários, dos vereadores Moacir Menezes(DEM) e Lea Silva(DEM), que não concordaram com a decisão do executivo municipal.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

Tags:

Recomendado para você pelo google

VISTANDO SUA TERRA NATAL

Heron Cid defende centro universitário em Marizópolis e ponto de intersecção entre Sousa e Cajazeiras

BOA NOTÍCIA

Hospital Universitário de Cajazeiras passa a oferecer novos serviços para a população do Alto Sertão

REVOLTA

VÍDEO: ‘Só quem odeia Lula o quer preso, como se ele fosse um bandido perigoso’, diz jornalista

VÍDEO

“Sou liderança forte, mas estou abandonado”, declarou Gobira ao vivo sobre grupo de Carlos Antonio