header top bar

section content

VÍDEO: Filho de cajazeirense lança livro em que interpreta as canções de grande compositor brasileiro

Livro foi lançado na Biblioteca Pública Municipal Castro Pinto com sessão de autógrafos e presenças de políticos, intelectuais e artistas

Por Jocivan Pinheiro

06/02/2018 às 17h05 • atualizado em 06/02/2018 às 17h15

Contextualizar e ‘explicar’ obras de outros artistas é sempre um grande desafio histórico e interpretativo, mais ainda quando o autor é considerado um dos maiores na sua principal vertente artística. É o caso do compositor, cantor, escritor e dramaturgo Chico Buarque de Holanda, que já foi objeto de estudo por muitos apaixonados pela sua obra.

Um desses apaixonados é o escritor paraibano, natural de Patos, Rui Leitão, que lançou nesta segunda-feira (05) o livro “Um Olhar Interpretativo das Canções de Chico”, em que se dedica a interpretar a composições do vasto cancioneiro desse carioca de 74 anos autor de dezenas de clássicos da MPB, entre eles “Cálice”, “Construção” e “Apesar de Você”.

O livro foi lançado na Biblioteca Pública Municipal Castro Pinto, em Cajazeiras, com sessão de autógrafos e presenças de políticos, intelectuais e artistas. A escolha por Cajazeiras tem a ver com o pai de Rui Leitão, o médico e historiador Deusdedit Leitão, que é cajazeirense.

“Eu fico muito feliz em poder estar aqui na terra-natal do meu pai para fazer esse lançamento. Sempre que eu realizo qualquer obra literária, eu lembro dele. E onde ele estiver, tenho certeza que está acompanhando esse meu esforço, essa minha vontade de escrever que eu herdei dele”, declarou o autor do livro.

VEJA TAMBÉM: Jovem sertanejo natural do Lastro lança livro contando as histórias dos cangaceiros do Sertão do estado

Rui Leitão entrega livro autografado à primeira-dama e ao prefeito de Cajazeiras

Múltiplos Chicos

Autor de ‘hinos’ da música brasileira, Chico Buarque de Holanda tem uma vasta obra musical que os críticos costumam dividir em estilos temáticos e literários distintos como, por exemplo, o malandro, o cronista, o trovador etc. Mas, certamente, é o Chico político que mais marcou os brasileiros, sobretudo durante a ditadura militar, quando ele escreveu peças e canções de duplo sentido que criticavam ou ironizavam o regime e, como outros artistas da época, acabou tendo que se exilar (na Itália) para não ser preso.

Chico Buarque

SHOW DIÁRIO

VÍDEO

Jovem jornalista estreia programa na TV e conta tudo sobre o Atlético de Cajazeiras no Paraibano 2019

PRATICIDADE NA FISCALIZAÇÃO

VÍDEO: TCE-PB inaugura espaço digital público para ideias tecnológicas de controle dos atos públicos

GRUPOS SE ENFRENTAM NA 1ª FASE

VÍDEO: Dirigentes do Sertão comentam sorteio do Paraibano 2019. Atlético enfrentará o ‘grupo da morte’

ASSISTA!

Imagens de câmeras de segurança mostram assalto a comerciante em frente a banco na cidade de Patos