header top bar

section content

Xeque Mate recebe roteirista e atores do filme cearense e independente “Os Olhos de Alice” ; CONFIRA!

O filme aborda um tema polêmico e evidente, a exploração sexual e a relação entre o pai e sua própria filha.

Por Priscila Belmont

20/02/2018 às 18h42 • atualizado em 20/02/2018 às 19h52

O programa Xeque Mate especial desta segunda-feira (19) destacou o longa metragem “Os olhos de Alice” produzido na cidade Aurora, no estado do Ceará.

Com a presença do roteirista e ator Lamarck Dias, o ator Edson Moreira e a banda Mezclan.

O filme aborda um tema polêmico e evidente, a exploração sexual e a relação entre o pai e sua própria filha.

O filme foi rodado totalmente na cidade de Aurora e teve um custo basicamente de R$ 80 mil. O projeto contou com atores e atrizes de Aurora e região, além do consagrado ator: Marcos Weinberg, conhecido por papéis de destaque no cinema e na TV, como em novelas da Rede Globo. Marcos Weinberg interpretou o personagem do Diretor do quadro do porteiro Severino no humorístico da Globo, Zorra Total.

DIREÇÃO

A direção do filme ficou por conta do renomado diretor, ator e produtor Daniel Rizzi do Rio Grande do Norte, bem como toda equipe de produção envolvida no projeto.

A OBRA

Uma obra de ficção baseada em fatos reais do cotidiano brasileiro, que traz consigo a triste realidade que sofrem várias mulheres de todas as idades, a exploração sexual, uma realidade não distante de nossa região. O cotidiano nordestino (Aurora) foi um plano de fundo desse projeto. Algumas pitadas de comédia irão descontrair o forte drama que propõe o tema.

MOMENTO MUSICAL

O programa Xeque Mate recebeu a banda cajazeirense Mezclan, que fez parte da trilha sonora do filme “Os olhos de Alice” com uma canção autoral denominada “Um lugar chamado amor” composição de Roni Santos.

PLAY DIÁRIO

ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Ricardo agradece eleitores, critica ‘brigas’ por cargos e diz qual será seu futuro político

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Possível fusão de secretarias em Cajazeiras é repudiada por colunista: “Seria andar para trás”

EXIGIU SILÊNCIO

ASSISTA: Jornalista pede demissão ao vivo após ser censurado por Bolsonaro

VISITA TÉCNICA

Após reclamações, vereadores constatam muitos veículos quebrados na garagem da prefeitura de Cajazeiras