header top bar

section content

São João de Sousa deve reunir as maiores atrações; Duas bandas estariam confirmadas

Recentemente André Gadelha falou sobre o cancelamento do carnaval da cidade, mas garantiu a realização das festas juninas.

Por

01/03/2015 às 10h00

Sousa poderá ganhar grande festa junina

Enquanto a prefeita de Cajazeiras Denise Albuquerque (PSB) tirou todas as possibilidades de realizar o tradicional Xamegão, o prefeito de Sousa, André Gadelha (PMDB), se articula para continuar realizando o maior evento junino do Sertão paraibano.

Após o sucesso da festa junina do ano passado, o prefeito vem se organizando para reunir as maiores atrações nacionais na cidade sorriso.

Segundo informações chegadas a nossa reportagem, André Gadelha já confirmou duas grandes atrações para as festividades juninas de Sousa.

O prefeito teria contratado a Banda Garota Safada para fazer a abertura do importante evento, que deverá ocorrer em 19 de junho e a dupla Jorge e Matheus para encerrar as festas sousenses, na véspera do São João (24).

Recentemente André Gadelha falou sobre o cancelamento do carnaval da cidade, mas garantiu a realização das festas juninas.

Intitulado de “São João de Todos”, a prefeitura sousense levou para praça publica no ano passado as seguintes atrações: Victor e Leo, Bonde do Brasil; Vicente Nery; Gabriel Diniz; Luan Estilizado; Rita de Cássia; Netinho Lins e Forró da Canxa; Iohannes; Ramon Schnayder; Yegor; Gilson e Mania, Ary Lacerda, Judimar Dias, Banda Zazueta, Trios Pé de Serra e Sirano e Sirino.

DIÁRIO DO SERTÃO 

Tags:

Recomendado para você pelo google

MÚSICA E ORAÇÃO

VÍDEO: 5º Show Pela Paz em Cajazeiras bate recorde de público com show do artista católico Thiago Brado

POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS

VÍDEO: Diretor do HRC esclarece morte de jovem após parto cesariano e diz que pré-natal não foi regular

BEM RECEBIDO NA PB

VÍDEO: Bolsonaro é recebido com festa em Campina Grande e compartilha imagens em suas redes sociais

MUDANÇA DE VIDA

VÍDEO: Em Cajazeiras, Thiago Brado relata por que deixou de cantar em bares para ser artista católico