header top bar

section content

Na “Terra da Cultura”, artesão reclama falta de incentivo da prefeitura a arte em CZ

O artesão revelou que não tem outro meio de vida e trabalha apenas com sua arte. "Não tenho outro emprego, preciso de apoio"

Por

12/12/2014 às 22h27

Maria Calado conversou o artesão cajazeirense Marcílio Ferreira

O programa “Maria Calado na TV” da TV Diário do Sertão desta quinta-feira (11) fez uma matéria exclusiva com o artesão Marcílio Ferreira. Por Cajazeiras levar o jargão de “Terra da Cultura”, o programa prestou uma homenagem a todos os artesãos da cidade.

Morador do bairro Capoeiras, o artesão usa o espaço da sua própria casa para produzir suas artes. Ele é bastante conhecido por suas peças de artesanato em Cajazeiras.

Falta apoio
Marcílio Ferreira denunciou que o Fundo Municipal de Incentivo a Cultura (FUMINC), não está prestando o apoio necessário aos artistas da terra. “Precisamos de mais ajuda, não somente para o artesanato, mas, para toda a cultura”, disse.

Ele revelou que vive somente do artesanato e fez um apelo também ao Governo do Estado. “Não tenho outro emprego. Preciso desse apoio do FUMINC e do Governo do Estado”, disse.

Marcílio lamentou o fato de não existir Associação de Artesões em Cajazeiras e disse que algumas pessoas deixaram de trabalhar no ramo por falta de incentivo. “Gostaria que os governantes olhassem mais para os artistas dessa terra. Que eles deixassem de promessa e agissem”, retrucou.

?

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ENTREVISTA EM CAJAZEIRAS

VEJA: Pastor repudia ‘chacotas’ à futura ministra que diz ter visto Jesus em goiabeira: “Deus faz assim”

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Colunista defende deputados de Cajazeiras na disputa por cargos com deputada de João Pessoa

YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”