header top bar

section content

Após denúncias:Governo fará inspeção no Teatro Ica

Artistas de Cajazeiras que compõem os quadros da Associação Cajazeirense de Teatro – ACATE e Associação de Produtores de Eventos Culturais -ASPEC, lançaram esta semana via internet a campanha “SOS TEATRO ICA”, para chamar atenção das autoridades e da sociedade em geral com relação a atual situação do Teatro Íracles Pires (ICA). Segundo os artistas […]

Por

19/01/2010 às 20h02

Artistas de Cajazeiras que compõem os quadros da Associação Cajazeirense de Teatro – ACATE e Associação de Produtores de Eventos Culturais -ASPEC, lançaram esta semana via internet a campanha “SOS TEATRO ICA”, para chamar atenção das autoridades e da sociedade em geral com relação a atual situação do Teatro Íracles Pires (ICA).

Segundo os artistas a atual direção vem praticando desmandos no tocante ao descumprimento da função sócio-cultural para a qual o Teatro Ica foi criado/construído com recursos públicos.

No manifesto enviado à imprensa, os associados das entidades culturais cajazeirense denunciam os seguintes pontos:

– A praça pública do teatro Íracles Pires (ICA) onde os grupos de artistas se reuniam e ensaiavam pequenos espetáculos, foi transformada em uma grande CHOPERIA particular sem a devida autorização do setor competente e sobre a revelia do setor artístico;

– As despesas de luz e água, em torno de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por mês, são pagas pelo governo do Estado da Paraíba, caracterizando assim uma ação indevida;

– Não há política de distribuição de pautas para ensaios e apresentações artísticas;

– O segmento teatral não dispõe de espaço no teatro ICA para ensaiar seus espetáculos;

– A direção foi resumida em apenas um diretor que presta serviços em um Banco comercial da cidade e não tem tempo para manter a casa aberta ao público interessado;

– Os preços cobrados pela choperia particular são os mais caros da cidade, onde deveria ser mais em conta, haja vista que as despesas de água e luz são pagas pelo Governo do Estado (transformado um setor público em privado);

– A pauta do teatro para grupos locais foi majorada de R$ 50,00 (cinqüenta reais) para R$ 80,00 (oitenta reais), desrespeitando um acordo junto ao Ministério Público.

Os artistas lembram ainda que o Teatro Íracles Pires (ICA) durante o período de 1985 a 2003 foi administrado por diretores escolhidos pela própria classe artística por meio de eleições diretas e democráticas.

RESPOSTA DO GOVERNO
O Subsecretário de Cultura do Estado da Paraíba, David Fernandes, já divulgou nota dizendo que já tomou conhecimento da denúncia. “Estaremos na próxima semana com o presidente da Fundação Espaço Cultural (a quem o teatro está subordinado) e seu diretor jurídico, além de representantre do IPHAEP, visitando Cajazeiras, para apuração dos fatos e providencias”, garantiu o Subsecretário.

David Fernandes disse ainda que já estava no planejamento a revitalização da casa de espetáculo ICA, que para ele é uma importante ferramenta para o teatro cajazeirense. “Essa revitalização se dará a partir das demandas do setor cultural e com projeto produzido pela Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento da Paraíba – SUPLAN”, finalizou.

EDILEIDE  VILAÇA
Especial para o Diário do Sertão em JP

Tags:

Recomendado para você pelo google

SAÚDE

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre a obesidade e médica endocrinologista tira dúvidas sobre a doença; Veja!

SEMANA SANTA PARA OS EVANGÉLICOS

VÍDEO: Pastor fala sobre significado da Páscoa para os protestantes: “É o sacrifício e a libertação”

ASSISTA E SE DIVIRTA!

É TIRO: Nova pegadinha de humorista Sousense causa pânico na população e muita correria. Veja!

VIRALIZOU NA WEB

Vídeo de jovem que se feriu ao pular de sangria de barragem no Sertão vai parar em página de humor