header top bar

section content

Cesta básica de julho sobe 0,12% em João Pessoa, aponta Diplan

Os dados foram divulgados pela Gerência Executiva de Desenvolvimento Municipal e Regional (Diplan), da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Por Priscila Belmont

01/08/2017 às 17h20

(Foto: Divulgação)

O preço da cesta básica na cidade de João Pessoa ficou mais caro no mês de julho com um aumento de 0,12%, ficando o acumulado no ano em 1,58% e, nos últimos doze meses, em 0,42%. O custo mensal atingiu a R$ 375,14. No mesmo período do ano passado, a cesta básica custava R$ 373,51, com uma variação mensal de 0,89% e os acumulados eram de 18,20% no ano e 22,13% em doze meses. Os dados foram divulgados pela Gerência Executiva de Desenvolvimento Municipal e Regional (Diplan), da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Esse aumento no preço da cesta básica no mês de julho resultou dos acréscimos de preços médios registrados nos produtos: açúcar (13,24%), frutas: banana e laranja (11,18%), arroz (7,74%), farinha de mandioca (3,61%), carnes (2,14%) e leite pasteurizado (0,29%). Por outro lado, foram verificadas quedas de preços nos produtos: feijão (14,29%), raízes: inhame, batata-doce e macaxeira (2,92%), margarina (2,79%), óleo de soja (2,51%), legumes: abóbora, beterraba, batata-inglesa, cenoura e tomate (1,93%) e café moído (0,19%). No pão francês não foi registrada variação.

A ração essencial mínima (cesta básica), definida pelo Decreto-Lei nº. 399, de 30.04.1938, que estabelece treze produtos alimentares básicos (arroz, feijão, carnes, farinha de mandioca, café, pão, leite, açúcar, margarina, óleo de soja, legumes, frutas e raízes) e suas respectivas quantidades, passou a representar aproximadamente 40,04% do salário mínimo.

O custo total da cesta básica atingiu R$ 375,14 em julho, quando em junho era R$ 374,69. Um trabalhador que em julho ganhou um salário mínimo de R$ 937,00 precisou trabalhar o equivalente a 88 horas e 4 minutos para adquirir sua alimentação individual. Uma família composta por quatro pessoas teria que dispor de R$ 1.500,56 para adquirir sua alimentação básica.

Secom

MUITO ESTRAGO

VÍDEOS: Chuva com vendaval causa destruição de prédios em Cajazeiras e Sousa e assusta moradores

DE 22 A 27 DE JANEIRO

VÍDEO: Teatro Ica completa 34 anos em Cajazeiras com extensa e diversificada programação cultural

DE 2017 PARA ESTE ANO

VÍDEO: São José de Piranhas tem aumento alarmante de homicídios em 2018; confira balanço da PM na região

VIXE!

VÍDEO: Vidente detalha futuro da imprensa de Cajazeiras e prevê mortes: “Não chega às festas juninas”