header top bar

section content

VÍDEO: Para não ficar ocioso, aposentado personaliza copos de alumínio e ganha dinheiro em Cajazeiras

“Trabalhar demais é ruim. Mas não fazer nada é pior”, diz o artesão

Por Jocivan Pinheiro

25/10/2017 às 17h20

“Trabalhar demais é ruim. Mas não fazer nada é pior”. É com essa frase que Tarcísio Farias justifica sua atividade de artesão mesmo depois de se aposentar.

Para não ficar ocioso, o cajazeirense resgatou da juventude uma arte aprendida com o pai de criação: talhar desenhos e letreiros em utensílios de aço e alumínio.

“Foi um dom que Deus me deu, uma arte que o Rubens [Farias, seu pai de criação] me ensinou e hoje eu vivo fazendo essas peças que muita gente se admira”, conta.

Tarcísio personaliza os utensílios – a maioria copos – na calçada da sua casa e lá mesmo os vende. Além de ser um passatempo, a arte tem lhe rendido um bom dinheiro extra.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’

ANALISAR MELHOR FORMA

Presidente da OAB Nacional diz que irá discutir modelo legal para a questão do armamento no Brasil

PARTICIPE!

Retiro de Carnaval de Pombal recebe adesão de fiéis para a execução do maior evento religioso da cidade

SANTA MARIA

VÍDEO: Faculdade de Cajazeiras é contraponto a injustiças sociais e falta de ‘gentilezas’, diz diretora