header top bar

section content

Região de Cajazeiras produz 21 toneladas de siriguela por hectare e ajuda catadora pagar faculdade

De acordo com a agricultora Silvamere Oliveira, a renda da safra ajuda até a pagar sua faculdade e a faculdade do filho.

Por Luzia de Sousa

18/02/2018 às 12h59

A plantação de siriguela também conhecida como ameixa-da-espanha, cajá vermelho e ciroela na Comunidade de Areias, município de Monte Horebe, Sertã da Paraíba é época de alegria para as crianças e sinônimo de renda extra no orçamento familiar.

A fruta tem safra uma vez por ano e dura aproximadamente três meses e meio, mas esse tempo de colheita ajuda muito as catadoras de siriguela.

Ricardo Cardoso, produtor, explicou que a produção é de 700 caixas por hectare, o que totaliza 21 toneladas por hectare.

De acordo com a agricultora Silvamere Oliveira, a renda da safra ajuda até a pagar sua faculdade e a faculdade do filho. “É muito importante”.

A aposentada Maria de Fátima disse que aproveita a colheita e depois vai cuidar da roça.

Planta
Siriguela é uma planta da família das anacardiáceas, originária das Américas Central e do Sul, sendo comumente encontrada na região Nordeste do Brasil, e também cultivada no estado de São Paulo. A planta é também encontrada no sudeste da Ásia, onde apresenta frutos sem sementes. Ainda pouco conhecida, a siriguela é uma árvore de porte médio, podendo atingir até 7 metros de altura, possui ramos que se desenvolvem rente ao solo, as suas folhas são compostas, e as suas flores formam frutos isolados ou em cachos.

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA ESPECIAL

DIA DO MÉDICO: Um dos médicos mais respeitados de Cajazeiras relata fatos marcantes do seu ‘sacerdócio’

RESULTADOS MARCANTES

VÍDEO: Na capital, jornalista cajazeirense avalia vitória de Azevêdo e derrota de Cássio: “Foi um marco”

ACONTECE EM NOVEMBRO

VÍDEO: Secretária da Prefeitura e gerente do Sebrae dão detalhes sobre a feira Expo Negócios Cajazeiras

EPISÓDIO 5

VÍDEO: Programa Coisas de Cajazeiras especial reverencia os mestres na arte de educar: os professores