header top bar

section content

VÍDEO: Profª da BA cita sequelas pandêmicas e diz que haverá prejuízos sem a volta de aulas presenciais

"Eu espero que o ano de 2022 a gente não entre no ano letivo com o formato híbrido e nem aulas remotas, porque se isso acontecer, o prejuízo para a educação vai ser incalculável", pontuou

Por Luiz Adriano

17/12/2021 às 17h42 • atualizado em 17/12/2021 às 17h45

A professora e historiadora Paula Amália Anias, da cidade de Sapeaçu, no Recôncavo baiano, participou do programa Balanço Diário, da TV Diário do Sertão, e falou sobre as consequências da pandemia nos jovens e crianças. Ela disse que percebeu satisfação nos alunos na volta à sala de aula. Segundo a docente, a pandemia mudou a rotina de muita gente e deixou muitos estudantes tristes, desolados, ansiosos e ociosos.

Paula Anias se mostrou preocupada com a quantidade de pessoas que ainda não tomou a vacina e criticou as festas que tem acontecido com muitas aglomerações. Ela disse que no próximo ano é indispensável o retorno presencial 100% das aulas. Conforme a profissional, caso contrário será um retrocesso muito grande para a educação brasileira.

VEJA TAMBÉM

Prefeitura de Bernardino Batista e Ministério Público definem medidas para volta às aulas presenciais

Paula Anias no programa Balanço Diário;

“Eu espero que o ano de 2022 a gente não entre no ano letivo com o formato híbrido e nem aulas remotas, porque se isso acontecer, o prejuízo para a educação vai ser incalculável”, pontuou.

PORTAL DIÁRIO

INVESTIGAÇÃO

VÍDEO: Cajazeirense de 75 anos é morto com 7 facadas dentro de apartamento na zona sul de João Pessoa

RETA FINAL

VÍDEO: Talentos do Sertão 2022 encerra fase de eliminação e inicia semifinal no Teatro Ica em Cajazeiras

LAMENTÁVEL

VÍDEO: Agricultor de 61 anos morre em acidente de moto na PB 313 na região de Catolé do Rocha

SUPERAÇÃO

VÍDEO: Cantor cajazeirense que gravou com Hiago Nobre relata reviravolta em sua vida no Show Diário

Recomendado pelo Google: