header top bar

section content

Com o diretor Eliézer Rolim na plateia, Cine FSM exibiu “O Sonho de Inacim” na Câmara de Cajazeiras

Em mais uma edição do Cine FSM, dessa vez a Faculdade Santa Maria valorizou o cinema cajazeirense

Por Jocivan Pinheiro

11/08/2018 às 15h04 • atualizado em 11/08/2018 às 15h41

Em mais uma edição do Cine FSM, dessa vez a Faculdade Santa Maria valorizou o cinema paraibano, mais precisamente o cinema produzido em Cajazeiras.

Em frente à Câmara Municipal, na noite desta sexta-feira (10), o Cine FSM exibiu o filme “O Sonho de Inacim”, dirigido pelo cajazeirense Eliézer Rolim e filmado na terra do Padre Rolim.

Com José Wilker (1944 – 2014), José Dumont e Marcélia Cartaxo no elenco, o filme foi lançado em 2009 e mostra o Sertão de hoje com seus problemas, seu ritmo de vida, sua gente, seus costumes e ritos, através do olhar do adolescente Inacim. O menino tem uma capacidade sobrenatural de voltar ao tempo e conversar com o Padre Rolim em sonhos. Suas revelações transformam a vida da cidade.

VEJA MAISCine FSM leva cinema ao bairro São Francisco, em Cajazeiras, e atrai centenas de pessoas

Cine FSM exibiu o filme “O Sonho de Inacim” em frente à Câmara Municipal de Cajazeiras

A sessão aconteceu após a cerimônia de entrega do Título de Cidadão Cajazeirense, pela Câmara Municipal, ao cineasta Eliézer Rolim, que assistiu ao filme junto do público.

Eliézer aproveitou para exibir o trailer da sua mais recente produção, “Beiço de Estrada”, que relata a prostituição nas estradas brasileiras na década de 70 e os movimentos culturais da época.

SHOW DIÁRIO

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras