header top bar

section content

Mulher Melão faz ensaio fetichista e usa joias no valor de R$ 400 mil: ‘medo era ser assaltada’. Fotos!

Diamantes, esmeraldas e outras pedras preciosas fazem parte do ensaio e são assinadas pela joalheria TR Unique Jewerly.

Por Extra

11/10/2018 às 09h06 • atualizado em 11/10/2018 às 09h07

Mulher Melão: ensaio fetichista e joias de R$ 400 mil (Foto: divulgação/ Diamond Brazil)

Desafiadora e atrevida. É assim que Renata Frisson, a Mulher Melão, aparece em seu mais novo ensaio nu. Interpretando uma prostituta das ruas de Copacabana, na Zona Sul do Rio, a funkeira provoca em fotos fetichistas recheadas de mensagens subliminares.

“Quis fazer um protesto contra os moralistas que querem nos prender”, provoca ela, que usou pouquíssima ou nenhuma roupa, mas ostenta joias verdadeiras no valor de R$ 400 mil: “Meu maior medo era ser assaltada”.

Para que isso não acontecesse, durante as fotos que fez no calçadão, ela teve grudada nela uma dupla de seguranças. Diamantes, esmeraldas e outras pedras preciosas fazem parte do ensaio e são assinadas pela joalheria TR Unique Jewerly.

Mulher Melão: ensaio fetichista e joias de R$ 400 mil (Foto: divulgação/ Diamond Brazil)

Melão faz questão de frisar que a escolha do tema foi um grito pelo feminismo. “Ninguém pode julgar uma mulher pelo que ela faz, tampouco uma prostituta, que sustenta família e filhos com o dinheiro que ganha. Quis homenageá-las”, justifica.

Fonte: https://extra.globo.com/famosos/melao-faz-ensaio-fetichista-usa-joias-no-valor-de-400-mil-medo-era-ser-assaltada-23147097.html

QUARTO EPISÓDIO

Em homenagem ao Dia das Crianças, programa Coisas de Cajazeiras entrevistou uma turma esperta e antenada

EMOÇÃO E REVOLTA

VÍDEO: Após um ano e três meses, Victória Albuquerque é sepultada sob lágrimas e protestos em Cajazeiras

CRISE?

VÍDEO: Empresário afirma que tem vagas de emprego em Cajazeiras, mas faltam profissionais capacitados

DIRETO AO PONTO

Eleitos em Cajazeiras devem se comprometer com aeródromo, estrada de Boqueirão e hospital, diz colunista