header top bar

section content

9 Sintomas iniciais do diabetes importantes para o diagnóstico que você sente e não pode ignorar

Confira uma lista do sintomas do diabetes que costumam se manifestar logo no início da doença.

Por Incrível Clube

26/06/2019 às 09h05

A fome excessiva (polifagia) junto com o aumento da sede e da micção, como mencionamos acima, são os 3 maiores sinais do diabetes

O diabetes é uma doença que afeta a capacidade corporal de produzir ou responder à insulina, resultando no aumento do nível de açúcar no sangue. Os primeiros sintomas podem ser tão sutis que muita gente pode ignorá-los, achando que são insignificantes. Caso não tratado a tempo, o diabetes não apenas compromete a qualidade quanto também pode reduzir a expectativa de vida. É por isso que um diagnóstico precoce é crucial para o tratamento eficaz.

Confira uma lista do sintomas do diabetes que costumam se manifestar logo no início da doença.

Se você ou alguém que você conhece apresenta qualquer dos sintomas aqui abordados, ou uma combinação dele, procure um médico o quanto antes.

1. Aumento da sede e da micção
O aumento da sede e a micção frequente são os sintomas mais comuns do diabetes. Nos diabético, os rins não conseguem absorver todo o excesso de açúcar, e esse açúcar acaba na urina. E isso faz com que a pessoa vá mais ao banheiro, provocando a sensação de desidratação. Para satisfazer a sede, o paciente ingere mais líquido, aumentando a vontade de urinar.

Em média, o ser humano urina de 6 a 7 vezes por dia. Qualquer outra quantidade entre 4 e 10 vezes por dia também é normal, desde que o número de visitas ao banheiro tenha sido sempre assim.

2. Aumento da fome
A fome excessiva (polifagia) junto com o aumento da sede e da micção, como mencionamos acima, são os 3 maiores sinais do diabetes. Se seu corpo produz insulina em quantidade insuficiente ou caso seu organismo não responda de forma normal, é porque está incapaz de transformar a comida em glicose, que seria usada pelas células como fonte de energia. E isso leva a um aumento na sensação de fome, que permanece mesmo após comer. Na verdade, comer só leva o nível de açúcar no sangue a aumentar ainda mais.

Sente que a sensação de fome continua mesmo depois de comer? Então procure um médico, ainda que não tenha outros sintomas do diabetes.

3. Fadiga
Outro sintoma comum do diabetes é uma constante fadiga. As pessoas diabéticas se sentem cansadas e com sono o tempo todo, e isso acontece pelo mesmo motivo que leva à fome “eterna”: as células ficam sem glicose suficiente para ser transformada em energia. A desidratação causada pela micção constante também contribui para a sensação de cansaço e esgotamento.

A fadiga pode indicar a presença de muitas outras condições, sendo que algumas delas nem são médicas (dieta com muito carboidrato, cafeína demais e envelhecimento). Mas, combinada com outros sintomas da lista, pode revelar que a pessoa é diabética.

4. Visão borrada
Se a visão borrada não for sinal de um problema de visão, pode ser um sintoma precoce de diabetes. Isso acontece devido aos fluidos que causam uma inflamação, que acaba mudando de forma e afetando a capacidade de focar corretamente, tornando a vista embaçada.

Essas mudanças no olho geralmente são reversíveis, e a visão costuma voltar à normalidade assim que os níveis de açúcar no sangue são equilibrados com o tratamento adequado. No entanto, quando o diabetes não é tratado, essas alterações podem avançar e provocar cegueira.

5. Perder peso inexplicavelmente
A perda inexplicável de peso significa emagrecer sem fazer dieta nem exercícios intensos. Acontece quando o corpo não consegue usar a glicose como fonte de energia. Com o diabetes, o organismo passar a queimar gordura e músculos para obter energia, levando a uma perda de peso extremamente rápida. A desidratação também contribui para isso, já que o corpo usa todos os fluidos na produção de urina.

A perda inesperada de peso é um sinal comum entre os primeiros sintomas do diabetes tipo 1, mas também é notada em alguns pacientes com o tipo 2 da doença.

6. Coceira na pele
Como mencionamos acima, quando existe um excesso de açúcar sendo expelido pela urina, esta utiliza os fluidos de outros tecidos, incluindo a pele (o maior órgão do corpo!).

A pele ressecada pode provocar coceira e o contato com a sujeira das unhas possibilita o surgimento de infecções. Outra razão para a coceira na pele pode ser uma infecção por fungos, o que é muito comum nos diabéticos.

Se tiver diabetes, aprenda sobre alguns cuidados básicos com a pele, além de dicas para manter a pele saudável.

7. Cicatrização lenta
Cortes e feridas que demoram para cicatrizar podem indicar a presença do diabetes. A grande quantidade de açúcar no sangue não apenas aumenta a inflamação na pele, mas também provoca problemas de circulação de sangue, que demora a chegar às áreas afetadas da pele. Isso afeta sobretudo os pés, e é relativamente comum ver diabéticos com feridas nessa região que podem levar a problemas mais graves.

Caso tenha notado feridas que não cicatrizam, não deixe de procurar um médico.

8. Manchas escuras na pele
A acantosis nigricans é uma condição dermatológica que se apresenta na forma de manchas escuras e com textura aveludada na pele. Elas surgem geralmente nas áreas de dobra, como pescoço, axilas, região inguinal, cotovelos, atrás dos joelhos e das articulações dos dedos.

Embora afete também pessoas saudáveis, o problema é um sintoma frequente de pré-diabetes ou de diabetes, e deve ser examinado pelo médico.

9. Dormência ou formigamento nos pés ou mãos
A dormência, o formigamento ou dores nas mãos e pés são sinais frequentes do diabetes. Como já alertamos acima, os altos níveis de açúcar no sangue levam ao comprometimento da circulação sanguínea, o que, por sua vez, prejudica os nervos. Mãos e pés são as áreas do corpo mais distantes do coração, por isso são as primeiras a sofrer.

Como acontece com vários outros sintomas desta lista, esse problema é facilmente controlado com o equilíbrio de açúcar no organismo, o que melhora a circulação.

O diabetes é uma doença crônica que pode levar a graves consequências caso não seja tratada adequadamente. Quanto antes o problema for detectado, mas fácil será receber o tratamento correto, garantindo ao paciente maior qualidade de vida.

Outra boa fonte de informação sobre o tema — inclusive em relação à alimentação — é este site. Fique atento e, se tiver a doença, comece a se cuidar o quanto antes!

Fonte: Incrível Clube - https://incrivel.club/criatividade-saude/9-sintomas-iniciais-do-diabetes-fundamentais-para-o-diagnostico-499810/

Recomendado para você pelo google

FICOU PRESO ÀS FERRAGENS

PRF conta detalhes do acidente que vitimou vendedor da Região de Cajazeiras e deixou mulher ferida

VÍDEO

Aliado do governador bate de frente com presidente da CDL e garante funcionamento do IPC em Cajazeiras

NOVOS RUMOS

VÍDEO: Em Patos, assembleia da Paraíba debate sustentabilidade e desenvolvimento regional no Sertão

SUCESSO

VÍDEO: Mensagem Empresarial mostra história de um dos maiores empresários e empreendedores de Cajazeiras