header top bar

section content

Especialista fala sobre vazamento de dados íntimos de milhões de brasileiros na internet

Algumas recomendações são fundamentais para que o usuário não seja prejudicado neste momento em que os vazamentos de dados confidenciais continuam tomando conta das páginas dos jornais

Por SHOW DIÁRIO com MF Press Global

13/02/2021 às 09h00 • atualizado em 13/02/2021 às 09h44

Com estes elementos em mãos, o risco de cair em um golpe financeiro é bem elevado, afinal, como bem define o especialista

No momento em que a Lei Geral de Proteção de Dados vem aí para trazer transformações na vida dos internautas, um assunto tem despertado apreensão de todos os brasileiros: o vazamento de dados íntimos de milhões de brasileiros. Especialista em produção de conteúdo e programador mostra como isso pode trazer prejuízos ainda incalculáveis e como se prevenir destes riscos.

Recentemente, os jornais trouxeram informações preocupantes: milhões de brasileiros, inclusive muitos já falecidos, tiveram vazados dados íntimos como o CPF, número da identidade, escolaridade, salário, onde trabalha, nome completo, enfim, uma série de informações que teoricamente deveriam ser confidenciais. Para piorar há denúncias de que estes materiais estavam sendo vendidos no mercado negro.

Com estes elementos em mãos, o risco de cair em um golpe financeiro é bem elevado, afinal, como bem define o especialista em produção web e programador Bendev Junior, “qualquer pessoa com posse delas pode abrir uma conta em alguma instituição bancária fingindo ser outra. Ou, para piorar, pode até pedir empréstimos em nome de outra”, adverte o especialista.

Vale lembrar que pela nova Lei Geral de Proteção de Dados, destaca Bendev, “qualquer empresa que armazena dados de usuários deve garantir a integridade e a segurança do mesmo”. Por isso, é fundamental frisar que cuidados nunca são demais quando se fala em segurança na web: “A internet virou um point fixo para golpes. Sejam das maneiras mais simples para as mais complexas. Agora, imagine que, com suas informações, golpes como aqueles feitos pelo WhatsApp, por exemplo, têm sido cada vez mais comuns, e muitos acabam caindo deles”.

Bendev Júnior (Créditos MF Press Global)

Dentre as artimanhas mais comuns, o programador destaca algumas: “Sabe aquela mensagem que você pensa ser que o seu banco te enviou? Sem avaliar se é real ou não, a pessoa acaba colocando seus dados pessoais em um formulário fake. Infelizmente ainda recebo mensagens de muitas pessoas me mostrando que preenchem este tipo de conteúdo e vem me perguntar se aquilo é real”, lamenta Bendev.

Já o mercado negro pode trazer outros problemas aos internautas, alerta: “Esses dados vazados podem ser muito bem vendidos para alguém abrir uma conta em algum banco ou até mesmo fazer alguma transação bancária se passando por você”, explica o programador.

Por outro lado, algumas recomendações são fundamentais para que o usuário não seja prejudicado neste momento em que os vazamentos de dados confidenciais continuam tomando conta das páginas dos jornais: “Acompanhe sempre o extrato do seu cartão de crédito. Durante essa pandemia, muitas fraudes têm acontecido, então confira se não houve compras que você desconheça em seu nome. Também não passe suas informações para sites ou instituições que você não conheça, sempre tenha cuidado. Uma boa dica é que ao entrar em sites como esse verifique o topo da tela para ver se ali diz que aquela página é segura. Tenha muito cuidado com as chamadas de bancos. Dificilmente eles irão te ligar pedindo dados sigilosos pelo WhatsApp”, completa.

“Cuidado e prevenção nunca é demais, ainda mais quando se trata de dados tão privados e particulares”, reforça Bendev Junior. Diante desta situação, “é fundamental manter a calma e procurar as autoridades quando descobrir algo errado”, alerta o especialista. Enquanto isso, “só resta esperar para ver os próximos passos das investigações, para que a segurança dos dados na internet não receba um xeque-mate”, finaliza.

DIVERGÊNCIAS

VÍDEO: Vice-presidente da OAB-PB diz que há ‘batimento de cabeça’ do poder público para emitir decretos

INTUBADO E TRANSFERIDO

VÍDEO: Paula diz que Zé Aldemir teve melhora, mas revela que ‘o guerreiro estava querendo se entregar’

INTUBADO COM COVID-19

VÍDEO: Radialista pede para deixar política de lado e fazer corrente de oração pelo prefeito Zé Aldemir

OPERAÇÃO FELIZ ANIVERSÁRIO

VÍDEO: Jovem é preso no dia em que completa de 19 anos, na região de Cajazeiras; o pai também foi detido

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!