header top bar

section content

VÍDEO: Segurança do trabalho e novo sistema eSocial para empresas foram os temas do Xeque-Mate da semana

Os convidados foram o contador pós-graduado em Direito Tributário, Cícero de Andrade Carneiro, e o técnico em em saúde e segurança no trabalho, Francicleudo Oliveira

Por Jocivan Pinheiro

29/09/2018 às 17h13 • atualizado em 29/09/2018 às 17h14

O programa Xeque-Mate desta semana, exibido excepcionalmente na quarta-feira devido ao debate com os candidatos ao governo do estado, falou sobre eSocial e segurança no trabalho.

Para tratar do primeiro tema, o convidado foi o contador pós-graduado em Direito Tributário, Cícero de Andrade Carneiro. Já o segundo assunto ficou por conta do técnico em em saúde e segurança no trabalho, Francicleudo Oliveira. O programa teve ainda a participação do empresário e palestrante Odilton Araújo.

Cícero de Andrade Carneiro explicou o que é o sistema eSocial, quem está obrigado a adotá-lo, qual o objetivo do Governo Federal com a implantação do sistema, quais as vantagens para o trabalhador, quais os impactos nas empresas, entre outros.

eSocial e segurança do trabalho foram os temas desta semana no Xeque-Mate

Já Francicleudo Oliveira falou sobre a importância da segurança do trabalho, quando ela passou a ser lei no Brasil, a aceitação das indústrias e empresas e as exigências do e-Social com respeito à segurança do trabalho.

Francicleudo é representante comercial, microempresário e atualmente atua como técnico de segurança e saúde do trabalho no Grupo Galdino Pires e na Netline.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Se reforma da Previdência não cortar privilégios, sociedade deve ‘gritar’ contra ela, diz padre

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’