header top bar

section content

OUÇA: Jornalista revela que escutas telefônicas pegam de cheio presidente da federação, Amadeu Rodrigues

“Me parece que as coisa na federação estão feias e batata do presidente da FPF está começando a assar”, declarou o jornalista da capital.

Por Luzia de Sousa

11/05/2018 às 08h53

Amadeu Rodrigues, presidente da FPF

O jornalista Fábio Bernardo (Fabão), que apresenta o programa 60 Minutos da Arapuan FM ao lado de Ruy Dantas, revelou nessa quinta-feira (10), que em conversa com um advogado, ele teria dito que o melhor caminho para o presidente da Federação Paraibana de Futebol, Amadeu Rodrigues seria entregar o cargo.

+ Sigilo e pouco efeito: há um mês, operação trazia à tona corrupção no futebol da PB

De acordo com o jornalista de João Pessoa, o advogado teria revelado que escutas telefônicas “pegam de cheio o presidente da federação, Amadeu Rodrigues”.

Ele disse que a situação do presidente da FPF é muito complicada. “Me parece que as coisa na federação estão feias e batata do presidente da FPF está começando a assar”, comentou Fabão.

Entenda
Nas primeiras horas da segunda-feira pós-final de Paraibano, foi deflagrada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público (MP) a Operação Cartola, que há cerca de seis meses já investigava um suposto esquema de manipulação de resultados no campeonato estadual.

O outro lado
A redação do Diário Esportivo tentou contato com Amadeu Rodrigues nesta sexta-feira (11), porém, ele não atendeu as nossas ligações.

Ouça áudio da Arapuan FM!

DIÁRIO ESPORTIVO

OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários

'MENSAGEM DE FÉ'

VÍDEO: Padre apresenta programa especial na TV sobre a tradicional Festa de Dom Bosco em Cajazeiras

'OPINIÃO DO CIDADÃO'

VÍDEO: Em Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

PROPRIEDADES EMBARGADAS

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas