header top bar

section content

Seleção Brasileira recebe Rogério Caboclo, Tite e Juninho Paulista antes do Mundial Sub-17

Um dia antes de viajar para Brasília, palco da estreia na Copa do Mundo, meninos da Seleção Sub-17 almoçaram com o Presidente da CBF e o técnico Tite

Por CBF

22/10/2019 às 09h06

Guilherme Dalla Déa com a palavra diante de Tite, Juninho e Caboclo (Créditos: Lucas Figueiredo/CBF)

A Seleção Sub-17 recebeu a visita de Rogério Caboclo, Juninho Paulista e Tite nesta segunda-feira na Granja Comary, em Teresópolis. A delegação que representará o Brasil no Mundial Sub-17 teve uma tarde de integração antes da disputa do torneio. Também estiveram presentes o Secretário-Geral da CBF, Walter Feldman, o vice-presidente da CBF, Antônio Nunes, e demais diretores da entidade.

Ao lado de Tite, técnico da Seleção Principal, e Juninho Paulista, Coordenador da Seleção Brasileira, o Presidente da CBF almoçou com os jogadores e a comissão técnica da Sub-17. Recebidos por Branco, Coordenador das Seleções de Base, e Guilherme Dalla Déa, técnico da Seleção Sub-17, o trio participou de uma reunião com toda a delegação que representará o Brasil no Mundial. Durante esse encontro, foram passadas mensagens de positividade e muita confiança no trabalho realizado.

– É um prazer estar aqui. Viemos trazer uma mensagem de esperança e confiança naquilo que vocês podem fazer. Vocês vão iniciar uma competição importantíssima. É uma Copa do Mundo no Brasil. Eu tenho certeza que essa equipe está preparada para ganhar esse Mundial. Isso aqui vai definir o destino de cada um de vocês. Ganhar um Mundial é para muito pouca gente, não importa qual seja a categoria – ressaltou o Presidente da CBF.

Rogério Caboclo conversa com a comissão técnica da Seleção Sub-17
(Créditos: Lucas Figueiredo/CBF)

Caboclo frisou que, por mais que exista uma pressão natural pelo resultado, os jogadores devem pensar primeiro em desempenhar o seu melhor dentro e fora de campo. A partir daí, o resultado será mera consequência do trabalho duro:

– As pessoas falam que, quando o jogador veste a camisa do brasil, tem o dever de ganhar. Não penso assim. Acho que vocês têm obrigação de dar o máximo, dar tudo de melhor que vocês tem, o resultado será a consequência disso.

A Seleção viaja nesta terça-feira para Brasília, palco da estreia na competição. O primeiro jogo da Seleção no Mundial será no próximo sábado, no Bezerrão. Segundo maior campeão, com três títulos, o Brasil será sede da Copa do Mundo Sub-17 pela primeira vez este ano. Campeão da Copa América 2019 no Brasil, Tite contou um pouco da experiência que teve ao disputar uma competição com a Seleção em casa.

– Façam o seu melhor. Vocês precisam ter na cabeça que vocês, principalmente por serem mais jovens, sabem o que podem produzir dentro da função de vocês. Tenham coragem e preparem-se mentalmente para a hora que estiverem dentro do jogo para fazer o seu melhor. É a forma de contribuir e dar o passo para chegar à final. Passo a passo para nós chegarmos lá – pediu o treinador da Seleção Principal.

Além de Caboclo e Tite, os jogadores também conheceram o Coordenador da Seleção Brasileira, Juninho Paulista. Pentacampeão do mundo com o Brasil em 2002, Juninho passou frisou a importância de passar a jogar, desde cedo, com a camisa da Seleção.

– Acho que não se tem muito a realidade do que é essa representação. Quando fomos campeões, só nos demos conta disso no término das nossas carreiras. É importante eles terem essa consciência que lá no futuro terão toda essa vivência. É uma coisa que você vê pouco e que é para poucos – destacou Juninho.

Coordenador das Seleções de Base, Branco aprovou o encontro desta segunda-feira. Tetracampeão do mundo em 1994, o ex-jogador conhece o orgulho de vestir a camisa da Seleção. De olho na estreia no Mundial, considerou proveitosa a oportunidade de promover o contato entre os jovens e alguns dos mais importantes profissionais do futebol brasileiro.

– Isso reforça o quanto é importante uma Copa do Mundo para esses garotos. São 21 jogadores que têm essa responsabilidade e o orgulho de disputar o primeiro Mundial no Brasil. É só agradecer a todos que estiveram aqui. É de suma importância a presença deles no almoço, na reunião depois em que cada um mandou sua mensagem de positividade. O dia de hoje é marcante e, acima de tudo, importante para nós – disse Branco.

A Seleção Sub-17 viaja nesta terça-feira para Brasília, onde se concentra para os dois primeiros jogos do Mundial Sub-17, contra Canadá e Nova Zelândia. As partidas serão disputadas no Bezerrão no sábado (26) e na terça-feira (29).

Recomendado para você pelo google

ALUNOS DÃO SHOW

VÍDEO: 3º dia da Mostra de Conhecimentos destaca a natureza, tecnologias, leitura, teatro e matemática

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: advogado sousense fala sobre a redução da maioridade penal. Você é contra ou a favor?

VÍDEO

Dra Paula fala sobre dificuldades na gestão do seu esposo em Cajazeiras e diz ser contra demissões

GOVERNO NO FOCO

VÍDEO: Professor comenta os impactos do fim do DPVAT, golpe na Bolívia e invasão à embaixada venezuelana