header top bar

section content

Torcedor do Fortaleza, professor de Cajazeiras diz que clubes do Nordeste são as maiores vítimas do VAR

Ele critica fraudes nesse novo sistema de arbitragem e afirma que clubes com menor poder econômico são os mais prejudicados

Por Tanammy Freire

07/11/2019 às 18h03 • atualizado em 07/11/2019 às 18h05

A tecnologia tem sido forte aliada no auxílio de decisões futebolísticas. A criação do sistema de árbitro de vídeo conhecido como VAR (do inglês Video Assistant Referee) é exemplo disso. Esse sistema tem como finalidade auxiliar o árbitro em suas decisões, principalmente naquelas que poderiam modificar totalmente o resultado de um jogo.

Mas Gildemar Pontes teceu críticas à funcionalidade dessa ferramenta, que ainda sofre interferência humana, ocasionando alguns erros e favorecendo alguns clubes.

Ele esclareceu também os motivos dos erros cometidos nesse sistema de arbitragem, porque, segundo ele, os times do Nordeste são os mais prejudicados em relação aos demais, e porque os clubes com maior poder econômico são os mais favorecidos.

O comentarista compara as fraudes que ocorrem no Brasil em relação a outros países e explica a relação entre o mau uso das ferramentas tecnológicas com a falta de educação e de conscientização da ética.

VEJA TAMBÉM

Gildemar questiona por que Exército ignora sinais de que clã Bolsonaro se envolve com milícias

Redação DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras alerta que “pobreza se avoluma cada vez nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’

NASCEU DE NOVO!

VÍDEO: condutor-socorrista do SAMU salva bebê que estava engasgado e sem respirar em Patos