header top bar

section content

Viagem de fim de ano: melhores dicas para curtir as festas gastando pouco

Há quem não abra mão de alguns dias de viagem no fim do ano e, mesmo sendo alta temporada, é possível sim economizar nesse período.

Por Link Building Assistant

29/10/2019 às 20h07 • atualizado em 31/10/2019 às 11h28

Viagem de fim de ano

É muito comum ouvir a impressão de que o ano está passando rápido. Considerando que novembro tem ainda um feriado, o do dia 15, e que em dezembro boa parte das pessoas estão de férias ou em recesso, pode-se dizer que 2019 está praticamente no fim.

E quando chega essa época do ano, muitas pessoas começam a pensar em qual lugar vão passar as festas, como o Natal e o ano novo. Procurar uma passagem para Maresias ou conhecer o litoral de São Paulo? Ir para o Nordeste ou conhecer as praias de Santa Catarina?

A indecisão é proporcional à quantidade de lugares bonitos que o Brasil tem. Nessa situação, pode ser um fator determinante não a paisagem em si, mas o quanto se tem para gastar.

Como economizar com a viagem de fim de ano

Os meses de dezembro a fevereiro são considerados de alta temporada, isto é, um momento no qual muitas pessoas aproveitam para viajar por causa das férias e do período de recesso. No Brasil, pode-se dizer que esse período dura até o carnaval.

Economizar durante uma viagem na alta temporada é sempre uma tarefa difícil, isso porque os hotéis e as empresas de ônibus e aviação, por exemplo, aproveitam a alta procura de turistas para lucrar um pouco mais no período.

Mas o fato de ser mais difícil não significa que seja absolutamente impossível economizar com as viagens nesse período. Viajar para regiões mais próximas ao domicílio e para lugares onde é possível ficar na casa de um parente ou amigo são algumas das dicas para economizar durante esse período.

Destino próximo

É importante ter em mente que viajar durante a alta temporada é mesmo um pouco mais caro. Mas, enquanto não é possível viajar para as praias paradisíacas do Nordeste, onde tudo é mais caro nessa época, vale a pena considerar os destinos mais próximos.

É interessante procurar por lugares que apresentem atrações das quais o viajante goste. Por isso, se a pessoa curte mais praia, é recomendado buscar uma região onde há mar; se a pessoa curte mais montanhas, essa deve ser a principal atração a ser buscada.

O fato de ser perto do domicílio ajuda a pessoa a economizar os gastos com transporte, especialmente o taxiamento aéreo, opção mais viável quando é necessário realizar grandes deslocamentos. Se optar por um lugar próximo, é possível fazer o trajeto de ônibus ou alugar um carro e dividir os custos com os amigos.

Economia com a hospedagem

Outra dica importante para quem não quer abrir mão da viagem de fim de ano é procurar um destino onde a hospedagem fique mais em conta. E aí, vale de tudo: desde pedir abrigo para aquele velho amigo da faculdade, até procurar por hospedagens do tipo “hostel” (albergues).

No caso de contar com a hospedagem de um amigo ou de um familiar, e se a estadia for mais longa, é importante a pessoa se oferecer para ajudar com os gastos da casa. É claro que não é necessário se oferecer para pagar a conta de luz, mas dividir uma compra de supermercado ou arcar com algum jantar são de bom tom.

Se a opção for um albergue e a viagem for em um número maior de pessoas, é interessante fechar um quarto para acomodar o grupo. De forma geral, os quartos coletivos costumam ser mais em conta, o que ajuda na economia.

Deixar os pontos turísticos para outra oportunidade

Outra dica importante para quem quer economizar na viagem de fim de ano é deixar os pontos turísticos para uma outra oportunidade. Geralmente, os pontos e as regiões mais visitadas pelos turistas costumam ser mais caras, em alta temporada, os preços dos serviços tendem a ser ainda mais pesados.

Por isso, quem está com o dinheiro curto deve optar por conhecer pontos alternativos da cidade ou da região visitada. É claro que não é necessário deixar de conhecer os lugares mais turísticos ou simplesmente não consumir nada, mas é importante criar um roteiro alternativo que garanta entretenimento e diversão, só que por um preço mais justo.

Tags:

Recomendado para você pelo google

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras alerta que “pobreza se avoluma cada vez nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’

NASCEU DE NOVO!

VÍDEO: condutor-socorrista do SAMU salva bebê que estava engasgado e sem respirar em Patos