header top bar

section content

Indústria paraibana gera R$ 8,6 bilhões em vendas nas 716 empresas

Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Anual – Produto (PIA Produto 2014), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Por Priscila Belmont

20/10/2016 às 08h11

IBGE inicia processo seletivo simplificado com 688 vagas na Paraíba e salários de até R$ 4 mil (Foto: Divulgação/IBGE/Arquivo)

A Paraíba gerou R$ 8,6 bilhões de receitas das empresas industriais com 30 ou mais pessoas ocupadas nas 716 unidades produtivas. Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Anual – Produto (PIA Produto 2014), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (19). A produção total da indústria havia chegado a R$ 11,330 bilhões em 2014, sendo 76% (R$ 8,6 bilhões) em vendas.

Os dados do IBGE mostram ainda os dez produtos de maior representatividade na indústria paraibana com o valor das vendas de cada um. As indústrias de calçados de borracha; cimento; vidros; refrigerantes; fios de algodão retorcido; betonita; fios de algodão; cervejaria; farinha de trigo e de usinas de álcool. Por questão de sigilo dos segmentos industriais, o IBGE divulgou os valores das receitas de apenas três dos dez maiores segmentos: indústrias de refrigerantes (R$ 391 milhões); fios de algodão (R$ 366,241 milhões) e usinas de algodão (R$ 242,216 milhões). Os três produtos representaram somente 11% das vendas da indústria paraibana em 2014.

NA REGIÃO NORDESTE – As indústrias dos nove estados do Nordeste geraram de vendas o valor de R$ 222,5 bilhões do total de R$ 270,9 bilhões produzidos. O Nordeste gerou 10% das receitas comercializadas pela indústria nacional. O Brasil tinha 41,2 mil empresas industriais com 30 ou mais pessoas ocupadas em 2014. Essas unidades produtivas geraram receita de R$ 2,2 trilhões naquele ano. Os estados da Bahia (R$ 104,4 bilhões) e de Pernambuco (R$ 38,015 bilhões) concentraram 63% das vendas.

Enquanto o óleo diesel, principal produto industrial do país, também liderava nas regiões Sudeste e Nordeste, além de ser vice-líder em comercialização no Sul, na região Norte, os líderes eram o minério de ferro e os televisores, enquanto no Centro-Oeste, as carnes bovinas, o bagaço de soja e o álcool eram os produtos predominantes.

No ano da pesquisa do IBGE, os três produtos com as maiores participações na receita de vendas industriais no Nordeste ficaram com o óleo diesel (5%), os óleos combustíveis, exceto diesel (3,9%), e a gasolina (3%).

Secom

RÉU DA OPERAÇÃO CALVÁRIO

VÍDEO: Advogado esclarece o que muda no processo de Ricardo após autorização para retirar tornozeleira

OBSTRUÍDAS

VÍDEO: Comandante da PM dá detalhes do protesto que parou a pavimentação da estrada de Boqueirão

AÇÕES DE MORO

VÍDEO: Advogado lista equívocos e ilegalidades no processo da Lava Jato que prendeu Lula

ESTRATÉGIAS

VÍDEO: Jornalista acredita que Carlos Antônio pode indicar vice de Marquinhos fazendo acordo para 2022

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!