header top bar

section content

PM morto após ser baleado em fuga de presídio na Paraíba é promovido

Erivaldo Moneta da Silva foi promovido post-mortem ao posto de capitão. PM era natural do Recife, em Pernambuco.

Por Portal Diário com G1PB

04/10/2018 às 09h51 • atualizado em 04/10/2018 às 09h52

Tentente da PM da Paraíba Erivaldo Moneta foi enterrado no Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

O tenente da Polícia Militar Erivaldo Moneta da Silva, que morreu após ser baleado durante um conflito após a fuga de 92 apenados do presídio de segurança máxima PB1, em João Pessoa, foi promovido ao posto de capitão da PM. A promoção foi publicada no Diário Oficial da Paraíba de quinta-feira (4).

Erivaldo Moneta Silva, de 36 anos, estava em um posto policial que teria sido alvo de vários tiros após a fuga de mais de 90 detentos de um presídio de segurança máxima, PB1, em João Pessoa. O tenente da PM tentava combater a ação, quando foi baleado na cabeça e levado ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Ele teve a morte cerebral confirmada no mesmo dia.

PM Erivaldo Moneta foi baleado na cabeça após fuga de mais de 92 detentos do presídio PB1 (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

O enterro do policial foi no cemitério de Santo Amaro, no Recife, no dia 11 de setembro. A cerimônia reuniu parentes, amigos e colegas de profissão de Erivaldo.

Fonte: Portal Diário com G1PB - https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2018/10/04/pm-morto-apos-ser-baleado-em-fuga-de-presidio-na-paraiba-e-promovido.ghtml

VÍDEO

Jovem jornalista estreia programa na TV e conta tudo sobre o Atlético de Cajazeiras no Paraibano 2019

PRATICIDADE NA FISCALIZAÇÃO

VÍDEO: TCE-PB inaugura espaço digital público para ideias tecnológicas de controle dos atos públicos

GRUPOS SE ENFRENTAM NA 1ª FASE

VÍDEO: Dirigentes do Sertão comentam sorteio do Paraibano 2019. Atlético enfrentará o ‘grupo da morte’

ASSISTA!

Imagens de câmeras de segurança mostram assalto a comerciante em frente a banco na cidade de Patos