header top bar

section content

Projeto de Wilson Filho que faz homenagem a José Maranhão é aprovado na ALPB

O projeto concede a Medalha de Honra ao Mérito Legislativo Senador Humberto Lucena (in memoriam).

Por Portal Diário com Assessoria

23/02/2021 às 12h46

Projeto de resolução do deputado Wilson Filho (PTB) que presta homenagem ao ex-governador e ex-senador José Maranhão (in memoriam), foi aprovado em sessão extraordinária.

Um projeto de resolução do deputado Wilson Filho (PTB) aprovado em sessão extraordinária no último dia 18 na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), presta homenagem a um dos maiores líderes políticos da história da Paraíba, o ex-governador e ex-senador, José Maranhão (in memoriam), que faleceu aos 87 anos no dia 8 de fevereiro deste ano após complicações da Covid-19. O projeto concede a Medalha de Honra ao Mérito Legislativo Senador Humberto Lucena (in memoriam).

Para o deputado Wilson Filho, a concessão da Medalha simboliza o reconhecimento de toda a Paraíba pelas décadas de serviço prestado pelo ex-governador à Paraíba. “José Maranhão teve uma biografia pautada pelo trabalho e dedicação ao povo paraibano, sempre de forma ética e humilde. Um dos maiores ícones da vida política do nosso estado merece todas as honrarias”, destacou Wilson Filho.

VEJA TAMBÉM

Deputado Wilson Filho lamenta morte de Zé Maranhão e diz que o senador continuará sendo referência

Trajetória política

José Targino Maranhão nasceu em Araruna (PB) no dia 6 de setembro de 1936. Advogado, pecuarista e empresário, formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa. Exerceu o mandato de deputado estadual quatro vezes (1955-1969), foi deputado federal em três legislaturas (1983-1995).

Em 1994, elegeu-se vice-governador da Paraíba, em chapa com o ex-senador Antônio Mariz. Assumiu o governo com o falecimento deste, e obteve a reeleição em 1998. Em 2002, elegeu-se para o primeiro mandato como senador. Voltou a concorrer ao governo estadual em 2006, ficando em segundo lugar, mas assumiu o Palácio da Redenção em 2009 após a cassação do primeiro colocado, Cássio Cunha Lima. Tentou a reeleição em 2010, sem sucesso, mas conquistou um segundo mandato no Senado em 2014.

PORTAL DIÁRIO

EMPENHO

Marcos Eron entra na luta em favor do HU Sertão e buscará recursos em Brasília com bancada federal

TENTANDO REAVER

VÍDEO: secretário de Ipaumirim diz que município perdeu mais de R$ 500 mil em verba para Hospital

PROTESTO

VÍDEO: Na prefeitura de Cajazeiras, Motoboys e comerciantes pedem que toque de recolher seja meia noite

MOMENTO DE ESPERANÇA

VÍDEO: Idosos começam a ser vacinados em Cajazeiras: “Agora ficarei descansada sem pensar nessa doença”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!