header top bar

section content

Jeová Campos faz visita em laboratório que será responsável pela realização do Teste do Pezinho na PB

Em agosto, a Paraíba assume o protagonismo no Nordeste na implantação do Teste do Pezinho Ampliado e entra na era do diagnóstico atômico molecular.

Por Portal Diário com Assessoria

22/06/2021 às 19h42 • atualizado em 22/06/2021 às 19h48

Visita de Jeová Campos ao Lacen-PB. (Foto: divulgação).

A adoção na rede pública de saúde do Teste do Pezinho Ampliado é uma ação que deverá ser adotada pelo Sistema Único de Saúde em nível nacional. Mas bem antes da Lei Federal Nº 5043/2020, que amplia o número de doenças detectadas pelo Teste do Pezinho, através do SUS, ser sancionada, a Paraíba já terá sido pioneira no Nordeste com essa ação graças à iniciativa do deputado estadual paraibano Jeová Campos.

Autor do Projeto de Lei, que virou a Lei Nº 11566, e da destinação de 100% de sua emenda impositiva, no valor de R$ 1.132.403,44 milhão, para a implantação dos testes, o parlamentar esteve na tarde desta terça-feira (22), na sede do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PB) para conhecer os laboratórios onde serão realizadas as análises dos testes do pezinho ampliado na Paraíba e saber da direção do Lacen quando, efetivamente, os bebês paraibanos poderão contar com essa avaliação laboratorial. Segundo a direção do órgão, o teste estará disponível em agosto. Faltam apenas os últimos ajustes no sistema, nos equipamentos e ainda a conclusão da segunda etapa de treinamento de pessoal.

VEJA TAMBÉM

Jeová Campos destaca implantação do Teste Ampliado do Pezinho pelo SUS e lembra que PB serviu de exemplo

Visita de Jeová Campos ao Lacen-PB. (Foto: divulgação).

“Estou encantado com o nível tecnológico que atingimos e com o potencial que tem nosso Lacen. A Paraíba entra na era do diagnóstico atômico molecular, com um equipamento de ponta, que tem a capacidade de fazer 57 possibilidades de diagnóstico de doenças raras, e saber que eu contribui, através de meu mandato, para que isso se tornasse realidade, me deixa extremamente realizado e feliz”, afirmou o parlamentar que foi recebido no Lacen pelo diretor Geral, Bergson Vasconcelos, pela diretora Técnica, Dalane Loudal e pela diretora Administrativa, Samanta Alcântara.

INSTALAÇÕES

Após breves explicações do processo e etapas de implantação dos testes, o deputado conheceu todas as instalações e laboratórios do Lacen, tendo especial atenção no térreo do prédio destinado, exclusivamente, aos testes de triagem neonatal, e onde estão instalados todos os equipamentos que farão as análises laboratoriais, inclusive num equipamento denominado ‘Espectrômetro de Massa’, que detém uma tecnologia de ponta só existente no país, na Paraíba e em Brasília. “No mundo todo, só existem 86 equipamentos deste que temos aqui e que vai permitir que nosso Estado entre na era do diagnóstico atômico molecular. No Brasil, fora a Paraíba, apenas Brasília dispõe de dois equipamentos deste, um na rede privada e outro no SUS”, disse o diretor do Lacen, Bergson Vasconcelos.

TECNOLOGIA AVANÇADA NA PARAÍBA

O Engenheiro Químico e Farmacêutico, Rafael Kabroski, responsável pela instalação e calibração do equipamento no Lacen, reforça que o ‘Espectrômetro de Massa’ do Laboratório paraibano é o que há de mais moderno no mercado. “Não há uma tecnologia mais avançada que essa em nenhum lugar do mundo. Nosso equipamento é a tecnologia de ponta mais moderna da atualidade”, disse ele, complementando que, atualmente, o equipamento já está em plena condição de funcionamento, faltando apenas alguns ajustes de inclusão de dados da tendência patológica da região e a implantação do sistema pelo Lacen para que se comece a realizar as análises.

MATERIAL COLETADO

O diretor do Lacen reforçou que o laboratório muito em breve já estará apto a realizar os testes, com equipamentos de ponta e pessoal capacitado, mas externou sua preocupação com o recolhimento das amostras e treinamento desta cadeia multiprofissional. “Não adianta termos equipamentos modernos e pessoal qualificado para fazer as análises se o material que nos for enviado não tiver sido coletado dentro das normas e padrões específicos. Portanto, teremos, inevitavelmente, que treinar os técnicos e profissionais das unidades responsáveis por essa coleta dentro de um padrão único de recolhimento das amostras, sob pena de todos esses investimentos não surtirem o efeito desejado, que é a identificação correta das patologias a partir do teste ampliado do pezinho”, disse ele, complementando que já está providenciando um vídeo orientando esses profissionais que ficarão responsáveis por essa coleta nas unidades de saúde.

TRATAMENTO DE PATOLOGIAS DETECTADAS

O deputado levantou a questão da importância de não apenas diagnosticar as patologias, mas também fazer o encaminhamento para o tratamento, e reiterou seu apoio à essa causa que salva vidas, melhora a qualidade de vida e desafoga o sistema público de saúde. “Como muitas das patologias identificadas logo após o nascimento com o teste ampliado do pezinho podem ser tratadas ou minimizadas de forma precoce, isso reduzirá, no futuro, o impacto no SUS. Lógico que isso é outro ganho, só que a médio e longo prazos. Com o começo dos testes, em agosto, na Paraíba, a gente já sai na frente de outros estados e quem ganha com isso são nossas futuras gerações. Estou muito feliz de ter ajudado a Paraíba a dar esse importante passo”, finalizou o parlamentar.

PATOLOGIAS

O teste do pezinho ampliado vai tornar possível o diagnóstico precoce de várias patologias, entre elas, a Fenilcetonúria e outras aminoacidopatias, Hipertireoidismo congênito, Hiperplasia Adrenal, Galactosemia, Deficiência de Biotinidase, Toxoplasmose Congênita, Deficiência de G6PD, Fibrose Cística, Anemia Falciforme e outras Hemonoglobinopatias e Leucinos.

PORTAL DIÁRIO

NA CHEGADA A CAJAZEIRAS

EXCLUSIVO: Chorando, ‘Galega da Asa’ diz que perdeu a cabeça ao ser agredida e pede perdão à sua mãe e à mãe da vítima: “Eu acabei com duas famílias”

MENOS DE ZERO GRAU

VÍDEO: Biólogo lamenta temperaturas baixas em São Paulo, perdas na lavoura e população de rua abandonada

MAIS UM MUTIRÃO

VÍDEO: População reclama de demora e longas filas para receber ficha de vacinação em Cajazeiras

DESCASO

VÍDEO: Moradores denunciam mais um lixão crescendo em terrenos de loteamento em Cajazeiras

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!