header top bar

section content

Agricultor é encontrado morto dentro de barreiro na Zona Rural de Cajazeiras; Ele estava desaparecido.

A causa da morte ainda não foi confirmada, mas a perícia acredita que ele tenha sofrido um mau súbito quando pegava água

Por Jocivan Pinheiro

13/08/2016 às 17h25 • atualizado em 14/08/2016 às 12h28

Corpo estava submerso na água (Foto: Ângelo Lima)

Corpo estava submerso na água (Foto: Ângelo Lima)

Um homem identificado como Manoel Inácio Bezerra, mais conhecido como Nezim, de 64 anos, foi encontrado morto dentro de um pequeno barreiro (reservatório de água) no distrito de Serra da Arara, em Cajazeiras, na noite dessa sexta-feira (12).

Segundo relatos de testemunhas, ele teria saído de casa por volta das 16h com destino a uma chácara onde iria aguar plantas e não voltou mais.

Por volta das 18h, parentes e vizinhos saíram à procura do idoso e ao chegarem no reservatório, viram apenas suas sandálias e um balde boiando na água. Foi então que eles suspeitaram que seu Manoel poderia estar morto dentro do barreiro. Um irmão da vítima pulou na água e encontrou o corpo submerso.

A causa da morte ainda não foi confirmada, mas a perícia acredita que ele tenha sofrido um mau súbito no momento em que pegava água, acabou caindo dentro do barreiro e morreu afogado.

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar estiveram no local até a chegada dos peritos do IPC de Cajazeiras e da delegada que adotou os procedimentos que requerem o caso.

DIÁRIO DO SERTÃO com Blog do Ângelo Lima

Recomendado para você pelo google

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Se reforma da Previdência não cortar privilégios, sociedade deve ‘gritar’ contra ela, diz padre

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’