header top bar

section content

Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão em Sousa e investiga banda Aviões do Forró. Veja aqui!

A Receita Federal e a Polícia Federal investigam a banda Aviões do Forró por fraudes relacionadas à declaração de impostos da banda. Confira aqui!

Por Campelo Sousa

18/10/2016 às 14h40 • atualizado em 18/10/2016 às 14h45

Solange e Xand, da banda Aviões do Forró Foto: reprodução/Facebook)

A operação For All, deflagrada nesta terça-feira (18), aponta que o grupo poderia estar sonegando Imposto de Renda, além de possível ocorrência de lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e associação criminosa no escritório que administra a carreira da banda.

Segundo a Coluna Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, há também mandados de prisão para os cantores Solange Almeida e Xandy Avião, que tiveram seus sigilos fiscais quebrados.

Segundo a PF e a Receita, haveria ainda divergências sobre valores pagos em lucros e dividendos, movimentações bancárias incompatíveis com os rendimentos declarados, pagamentos elevados em espécie, além das diversas variações patrimoniais a descoberto.

São cumpridos 76 mandados judiciais, sendo 32 de condução coercitiva (quando a pessoa é levada a depor e depois é liberada) e 44 de busca e apreensão em Fortaleza, Russas (CE) e Sousa (PB). Há apenas um mandado foi cumprido na Paraíba; os demais são no Ceará. Não houve prisões. Os mandados estão sendo cumpridos por cerca de 260 policiais federais e 35 auditores.

O nome da operação foi influenciado pelas festas que aconteciam no início do século passado em cidades do Nordestes. À época, estrangeiros promoviam bailes e colocavam uma placa na porta liberando a entrada para todos (For All). A sonoridade do nome desses eventos fez surgir a palavra forró, gênero da banda cearense.

Recentemente, a AudioMix, maior escritório artístico do País, também foi alvo de investigação da Polícia Federal. A ação é parte da operação Maus Caminhos, da PF do Amazonas, que visa desarticular uma organização criminosa que teria desviado cerca de R$ 112 milhões do Fundo Estadual de Saúde do Amazonas.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações do R7

TERRÍVEL

VÍDEO: Após bebedeira na zona rural de Princesa Isabel, homem mata seu próprio irmão a golpes de faca

FEROZ

VÍDEO: No sertão da PB, jumento sofre ataque violento de pitbull enquanto pessoas tentam conter o cão

DESMENTINDO

VÍDEO: Grupo do prefeito de Pedra Branca nega adesão a Veneziano e permanece apoiando João Azevêdo

OS PASSOS DO PAI

VÍDEO: Candidato a deputado federal, filho de Normando Sóracles destaca legado do pai e projeto político

Recomendado pelo Google: