header top bar

section content

‘ATRAPALHOU O SONO’: Padrasto confessa que matou bebê por causa do choro da criança

Padrasto confessa que matou bebê por causa do choro da criança.

Por Luzia de Sousa

01/03/2017 às 14h03 • atualizado em 01/03/2017 às 11h09

Luan, de 21 anos, era padrasto de Mariah, de dez meses. Ele foi acusado de agredir e matar a criança. Depois de bater em Mariah, ele a socorreu. No hospital, Luan disse que a criança havia engasgado com iogurte. Os médicos suspeitaram da versão e descobrira, que o alimento havia sido jogado na boca na menina antes de chegarem ao hospital. Luan foi preso no velório. Na delegacia ele confessou o crime. Para justificar a morte da bebê, ele falou que a menina não parava de chorar e que atrapalhou o sono dele durante a noite. O crime foi em Santa Catarina.

R7

Tags:

Recomendado para você pelo google

HOMENAGEM

VÍDEO: Com música ao vivo, programa Diversidade em Foco faz reflexão sobre o Dia das Mães; Assista!

EXCLUSIVO

Presidente reafirma proibição de arma na assembleia, fala da Operação Calvário e cortes de gabinetes

VÍDEO

Governador João Azevêdo fala sobre o afastamento político com Ricardo Coutinho e mudanças no Governo

TRAGÉDIA

VÍDEO E FOTOS: Delegado dá detalhes do grave acidente próximo a parque de vaquejada em Cajazeiras