header top bar

section content

Em Cajazeiras, motorista de caminhão carregado de sal é preso por dirigir sob efeito de álcool e rebites

Durante a revista ao veículo os policiais encontraram comprimidos de anfetamina na cabine, no caso, o mais conhecido deles, o Nobésio Forte.

Por Luzia de Sousa

27/03/2017 às 21h29 • atualizado em 27/03/2017 às 21h30

Homem foi preso pela PRF (Foto: PRF)

Os policiais rodoviários federais abordaram uma carreta depois que o motorista atropelou os cones de sinalização que ficam instalados na frente do posto da PRF, na madrugada desse domingo (26), na BR 230, em Cajazeiras, Sertão da Paraíba.

A carreta estava carregada com 30 toneladas de sal e foi interceptada logo após chamar a atenção dos PRFs, pois não desviou dos cones. Quando os agentes se aproximaram do caminhoneiro logo perceberam que ele apresentava visíveis sinais de embriaguez alcoólica.

O teste com o etilômetro indicou uma grande quantidade de álcool no organismo. Durante a revista ao veículo os policiais encontraram comprimidos de anfetamina (rebite) na cabine, no caso, o mais conhecido deles, o Nobésio Forte.

Rebites
Este tipo de medicamento, chamado popularmente de “rebite”, é um inibidor de apetite. No entanto, é muito utilizado por caminhoneiros por causa do efeito estimulante do sistema nervoso central, fato que inibe o sono por longas horas. No caso do Nobésio Forte, encontrado com o caminhoneiro, este contém como princípio ativo a substância CLOBENZOREX, que é de uso controlado no Brasil, e classificado como SUBSTÂNCIA PSICOTRÓPICA (sujeita a notificação da Receita A). Ainda assim, o medicamento NOBÉSIO FORTE não possui registro válido na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); tornando sua comercialização proibida.

Riscos
Quando o efeito do medicamento passa, o sono aparece de maneira incontrolável, o que eleva os riscos de grandes acidentes, pois ocorrências envolvendo caminhões são muitas das vezes catastróficas.

O caminhoneiro foi levado até a Delegacia de plantão do município para que o flagrante fosse feito. Ele responderá por Direção Perigosa, que é quando o motorista põe a vida de pessoas em risco, por embriaguez ao volante e por dirigir fazendo uso de substância psicoativa.

DIÁRIO DO SERTÃO com PRF

Recomendado para você pelo google

ENTREVISTA

Presidenta do Coren diz que enfermeiro pode ter clínica, luta pelo piso salarial e fala sobre concursos

POSSÍVEL CANDIDATO

VÍDEO: Ex-prefeito de Cachoeira dos Índios revela quais os ‘vices dos sonhos’ para sua chapa em 2020

AVENIDA LOTADA

VÍDEO: Show de comunidade católica famosa em todo o Brasil reúne multidão em São José de Piranhas

TERRAS

VÍDEO: Diversidade em Foco fala da Comissão Pastoral da terra e da luta agrária no sertão