header top bar

section content

Diretor explica morte de gata ao tentar entrar no presídio carregando celulares e faz revelação do caso

Talles Almeida disse que avisou aos agentes penitenciários, que conseguiram visualizar o momento que a gata se aproximava da Casa de Detenção.

Por Luzia de Sousa

19/10/2017 às 15h10

Gata tentava entrar com celulares no presídio de Cajazeiras

Uma polêmica foi gerada nesta quinta-feira (19) na cidade de Cajazeiras, Sertão da Paraíba quando foi divulgado em alguns setores da imprensa a informação de que uma gata teria sido apreendida quanto tentava entrar no Presídio Regional Padrão da cidade levando amarrado ao corpo dois celulares e alguns objetos.

A confusão foi iniciada a partir da divulgação da imagem da gata, que estava morta. A tentativa de entrada da gata com os objetos na principal Casa Prisional ocorreu nessa quarta-feira (19).

O diretor do presídio, Talles Almeida, em contato com o Portal Diário do Sertão explicou que recebeu informação do setor de inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária dando conta que o animal seria deixado nas proximidades do presídio durante a madrugada.

Talles Almeida disse que avisou aos agentes penitenciários, que conseguiram visualizar o momento que a gata se aproximava da Casa de Detenção.

“Os agentes tentaram capturar o animal, porém, ele muito ágil, os agentes não conseguiram pegá-lo, e o cachorro que foi adotado por nós conseguiu alcançar e acabou matando o animal”. Contou Talles Almeida

.

Ele revelou que uma visitante, que ainda não foi identificada, levou a gata, que estava no presídio e parida, logo após a visita a um apenado, e sabia que se soltasse o animal próximo ao local ela retornaria a procura dos filhotes. O caso segue em investigação da Polícia Civil.

Ouça áudio!

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

É GRAVE

VÍDEO! Moradores reclamam da falta de exames no laboratório municipal em Patos: “Não tem nem de sangue”

'QUEDA DE BRAÇO'

VÍDEO: Vice-presidente da OAB Nacional afirma que disputa entre advogados e juízes não gera ‘fissuras’

OUTUBRO ROSA

VÍDEO: Cajazeirense relata sua luta contra o câncer de mama e deixa mensagem de otimismo para mulheres

CRÍTICAS A BOLSONARO

VÍDEO: Professora cita problemas na UFCG e alerta para ‘desmonte criminoso das universidades públicas’