header top bar

section content

Adolescentes de São João do Rio do Peixe estão desaparecidas e família pede ajuda em redes sociais

A família já procurou a Delegacia de Polícia Civil, prestou queixa do desaparecimento das adolescentes e agora aguarda contato.

Por Luzia de Sousa

30/10/2017 às 18h38

Meninas que estavam desaparecidas de São João do Rio do Peixe (Foto: Arquivo Pessoal)

Duas primas da cidade de São João do Rio do Peixe, Sertão da Paraíba estão desaparecidas desde sexta-feira (27), e a família iniciou campanhas nas redes sociais e aplicativos de mensagens para tentar encontrá-las.

Aline Félix Pereira, 11 anos e Daiane Félix dos Santos, 13 anos, moradoras do Bairro Tacílio Pereira, saída para Uiraúna foram vistas pela última vez no sábado (28), por volta das 5 horas da manhã.

A informação foi confirmada à redação do Diário do Sertão por uma tia das meninas, onde explicou que elas saíram de casa por volta das 17 horas dizendo que iam até a esquina de casa.

Na mesma noite elas foram vistas em um bar da cidade, e segundo a família dormiram na casa de uma amiga, mas depois disso ninguém mais teve notícias.

A família explicou que conseguiu contato com Aline nesta segunda-feira (30), pelo whatsapp, mas a adolescente não disse onde estava com a prima, apenas pediu que a polícia não fosse acionada.

A família já procurou a Delegacia de Polícia Civil, prestou queixa do desaparecimento das adolescentes e agora aguarda contato.

Para qualquer informação do paradeiro delas, ligar 190 (PM) ou 83 9.96832215 [Decy], tia das adolescentes.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

SAÚDE PÚBLICA

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe especialista em saúde pública e fala de práticas integrativas do SUS

DESCONTRAÇÃO

VÍDEO: Sucesso na internet, Gleyfy Brauly e MC Nem animam o programa Xeque Mate dessa semana

ENTREVISTA EXCLUSIVA

VÍDEO: Ricardo diz que sabia de ‘inimigos’ no governo, diz que PSB estava acomodado e alerta Azevêdo

CRIMINALIDADE

VÍDEO EXCLUSIVO: Homem é brutalmente assassinato em Cajazeiras; esposa conta detalhes do homicídio