header top bar

section content

Sargento da Polícia Militar lotado no 6º BPM com sede em Cajazeiras é encontrado morto

O corpo foi encontrado na tarde desta quarta-feira (31), em sua residência, na zona rural do município.

Por Luzia de Sousa

31/01/2018 às 14h36 • atualizado em 31/01/2018 às 18h16

Sargento Iran (Foto: Arquivo pessoal)

O 3º Sargento Júlio Hiran Belmont Batista, 52 anos, da Polícia Militar da Paraíba, lotado no 6º BPM, com sede em Cajazeiras foi encontrado morto em sua residência, no Sítio Catolé, zona rural do município.

O corpo foi encontrado na tarde desta quarta-feira (31), e segundo a PM, a causa morte pode ter sido suicídio.

Informações chegadas à redação do Diário do Sertão dão conta que o policial estava passando por problemas, inclusive depressão. A Polícia Militar foi acionada por populares e encontra-se no local. A perícia também foi acionada.

Segundo informações, depois que o sargento sofreu um tiro no punho durante uma operação policial na antiga palhoça ficou sem trabalhar por um tempo, pediu a aposentadoria, mas não foi concedida. O PM passou a fazer serviço interno no batalhão, e teria entrado em depressão, quando teria sido afastado mais uma vez da função.

Ele era filho do falecido Tutu Corró, do Sítio Catolé e deixou a esposa 4 filhos.

DIÁRIO DO SERTÃO

DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador