header top bar

section content

Corpo encontrado carbonizado em lixão do Rio Grande do Norte não é liberado para família cajazeirense

O corpo ainda será encaminhado ao ITEP de Natal, mas segundo informações do instituto antes do mês de maio não sairá o resultado.

Por Luzia de Sousa

14/03/2018 às 18h01 • atualizado em 14/03/2018 às 16h04

A família diz que se trata de cajazeirense, mas corpo não é liberado

O Instituto Técnico de Política Científica de Mossoró, no Estado do Rio Grande do Norte explicou nesta quarta-feira (14), que o corpo encontrado carbonizado dentro da mala de um veículo no lixão da comunidade de Acauã de Dentro, entre as cidades de Itajá e Ipanguaçu, apesar de ter sido reconhecido por familiares como sendo do cajazeirense Estefânio da Silva Mangueira, de 36 anos, não é possível confirmar no momento que se trata do paraibano.

+ LAMENTÁVEL! Cajazeirense é encontrado queimado dentro de mala de veículo em lixão do Rio Grande do Norte

De acordo com o ITEP, somente após o resultado da perícia na cidade de Natal, além de exame de DNA, em Recife, é que sairá a confirmação ou não que se trata de Estefânio, pois o corpo ficou totalmente carbonizado.

O corpo ainda será encaminhado ao ITEP de Natal, mas segundo informações do instituto antes do mês de maio não sairá o resultado.

Carro foi queimado em lixão (Foto: Na Ficha da Polícia)

Entenda
O corpo foi encontrado na nessa terça-feira (12) por populares, que acionaram o 10º Batalhão de Polícia Militar do RN, e a família declarou ser de Estefânio.

DIÁRIO DO SERTÃO

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras