header top bar

section content

Vigilante é baleado dentro de escola pública na capital

Caso aconteceu na escola estadual Papa Paulo VI, em Cruz das Armas.

Por G1PB

05/05/2018 às 09h23 • atualizado em 04/05/2018 às 21h36

Tentativa de assalto aconteceu na escola Papa Paulo VI, no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa; vigilante foi baleado (Foto: Walter Paparazzo/G1)

O vigilante de uma escola pública foi baleado dentro da unidade de ensino na noite de sexta-feira (4), em João Pessoa. O caso aconteceu na escola estadual Papa Paulo VI, em Cruz das Armas.

Segundo o socorrista da motolância, Silvio Luiz, o vigilante foi atingido por pelo menos dois tiros, no rosto e no braço esquerdo. A Polícia Militar ainda falou sobre mais um tiro, no pescoço. Ele foi levado, consciente e orientado, para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

Segundo informações do capitão Antônio, da Polícia Militar, os atiradores tentaram assaltar uma loja de celulares em frente à escola, mas, como não conseguiram, tentaram roubar o vigilante.

A vítima entrou na escola para tentar se proteger e os assaltantes fugiram, deixando uma motocicleta no local. Apesar da tentativa, a arma do vigilante não foi levada. A polícia vai investigar se o dono da moto teve relação com o crime.

Segundo estudantes, cerca de 25 alunos estavam esperando o início de um ensaio da banda da escola na hora do crime.

Por causa do crime, os ensaios da noite na escola foram suspensos. A Secretaria de Estado da Educação informou que está acompanhando o estado de saúde do vigilante e prestando assistência.

Fonte: https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/vigilante-e-baleado-dentro-de-escola-publica-em-joao-pessoa.ghtml

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir