header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Após três anos de luta pela vida, morre no Ceará delegado baleado após discussão na cidade de Uiraúna

Leonardo Machado foi baleado na cabeça em 2015 após discussão por causa da fila de um supermercado

Por G1 PB

12/08/2018 às 13h58 • atualizado em 12/08/2018 às 14h03

Delegado Leonardo Machado foi baleado ao sair de estabelecimento no Sertão da PB (Foto: Arquivo Pessoal/Família)

Morreu neste sábado (11) o delegado da Polícia Civil Leonardo Machado, que foi baleado na cabeça em 2015, após uma discussão por causa da fila de um supermercado, na cidade de Uiraúna, no Sertão paraibano. O delegado morava atualmente com a família na cidade de Fortaleza, no Ceará. O sepultamento deve acontecer nesta segunda-feira (13), também em Fortaleza.

Segundo as investigações, o delegado teria discutido com outro homem e, quando saiu do estabelecimento, foi atingido por dois tiros, um no abdômen e outro na cabeça. Na época, ele foi atendido no Hospital Regional de Cajazeiras, mas transferido de helicóptero para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

A Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba (Adepdel) publicou nas redes sociais uma nota de pesar confirmando o falecimento de Leonardo Machado. “Há três anos Leonardo vinha lutando pela vida, após ter sido, de forma covarde e vil, alvejado por disparo de arma de fogo, na cidade de Uiraúna”.

VEJA TAMBÉMDono de bar reage a assalto e mata adolescente suspeito na Paraíba

Nota de pesar foi publicada em rede social da Adepdel (Foto: Reprodução/Instagram/Adepdel)

Entenda o caso

O delegado Leonardo Machado foi baleado no dia 13 de julho de 2015, em uma praça da cidade de Uiraúna, no Sertão da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, uma discussão por causa da fila de um supermercado teria sido a motivação da tentativa de homicídio. Segundo as investigações, a vítima discutiu com outro homem e, quando saiu do estabelecimento, foi atingido pelos disparos.

O delegado-geral do estado, João Alves, informou na época que a motivação do crime foi banal. “Uma discussão entre o delegado e a pessoa que o atingiu, segundo informações do dono da loja foi por causa da fila, um passou na frente do outro. O suspeito saiu da loja, o delegado ficou na fila e quando saiu para encontrar a mulher e os filhos, o homem efetuou dois disparos nele. A polícia tem a filmagem do local da ocorrência, tem identidade do acusado, está ouvindo as pessoas e vamos prendê-lo. Ele não tem porte de arma, encontramos antecedentes criminais dele no Rio Grande do Norte e em outros estados”, explicou o delegado-geral da Paraíba.

Fonte: https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2018/08/12/morre-delegado-baleado-em-2015-na-pb-apos-discussao-em-fila-de-supermercado.ghtml

BLACK FIADO

VÍDEO: Conheça a versão mais popular da Black Friday que agita o comércio de Cajazeiras durante 30 dias

DESTAQUES DA SEMANA

VÍDEO: Repercussão da entrevista de José Aldemir encabeça as polêmicas do Direto ao Ponto desta terça

PROGRAMA DE MÚSICA

VÍDEO: Confira as novidades que vêm aí na nova temporada do Acústico Diário com cantor cajazeirense

VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça