header top bar

section content

Jovem denuncia agressão e diz que foi marcada com canivete por vestir camiseta com ‘ele não’

Jovem relata que vestia camiseta escrito 'Ele Não', quando foi atacada por três homens.

Por G1

10/10/2018 às 16h25 • atualizado em 10/10/2018 às 16h26

Suspeitos teriam marcado a barriga da vítima com canivete em Porto Alegre — Foto: Arquivo pessoal

Uma jovem de 19 anos, moradora de Porto Alegre, registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil por lesão corporal na noite de segunda-feira (8). Segundo o relato, ela vestia uma camiseta com os dizeres “Ele Não”, contra o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), quando foi abordada e agredida por três homens.

O caso aconteceu no bairro Cidade Baixa. A jovem descia de um ônibus, a caminho de casa, quando foi abordada pelos homens que passaram a questioná-la sobre o uso da camiseta. Os suspeitos teriam agredido a jovem com socos e marcado a barriga com riscos de canivete.

A ocorrência foi encaminhada para a 1ª Delegacia de Polícia Civil, que informou nesta quarta-feira (10) que o caso começou a ser investigado. Policiais buscam câmeras de segurança para tentar identificar os agressores.

O delegado Paulo Cesar Jardim, titular da delegacia, também pretende ouvir a jovem agredida assim que ela tiver condições de falar.

Boletim de ocorrência foi registrado na noite de terça-feira (9) em Porto Alegre — Foto: Reprodução/Polícia Civil

O caso ganhou repercussão nas redes sociais nesta segunda. Após três horas no ar, o post de uma jornalista de Brasília, que conversou com a jovem agredida, tinha mais de 10 mil compartilhamentos. Foi ela quem convenceu a menina a procurar a polícia.

“Ela foi agredida, humilhada no meio da rua. E como se não bastasse, dois homens seguraram seus braços, enquanto o terceiro cravava uma suástica na sua costela. Uma suástica…”, escreveu Ady Ferrer no Facebook.

Jornalista relatou o caso nas redes sociais — Foto: Reprodução/Facebook

Fonte: G1 - https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2018/10/10/jovem-e-agredida-e-marcada-com-canivete-por-vestir-camiseta-com-ele-nao-em-porto-alegre.ghtml

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Secretário de João Azevêdo defende aproximação de Dra Paula e Zé Aldemir ao Governo estadual

BRIGA NO CARNAVAL

VÍDEO: Autoridades policiais revelam que suspeitos do crime na Vila Nova em Cajazeiras alegaram vingança

SAÚDE

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe médico radiologista e tira dúvidas sobre os exames por imagem

CRISE NO PSB

VÍDEO: Nonato Bandeira evita dar resposta a Ricardo por determinação de João Azevêdo: “Estamos focado no trabalho”