header top bar

section content

Homicídio no sertão: jovem de 24 anos é morto a tiros durante a noite na cidade de Pombal

O Corpo foi encaminhado para o NUMOL da cidade de Patos, onde passará por exame cadavérico.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

27/12/2018 às 08h40

A vítima foi socorrida para o HRS

Mais um crime de homicídio entrou para as estatísticas policiais na cidade de Pombal, Sertão do estado.

Um jovem de apenas 24 anos foi morto a tiros na noite de quarta-feira (26), no bairro Nova Vida.

Segundo informações da Polícia Militar, dois homens em uma moto chegaram naquela localidade, e ao avistarem o jovem, efetuaram vários disparos de arma de fogo contra ele. Após a ação delituosa, os homens foragiram do local.

Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram acionadas, estiveram no local e constataram o óbito.

O jovem foi identificado como Jorge André Alves de Sousa.

A Polícia esteve no local, realizou diligências, mas os suspeitos não foram localizados.

Segundo o comandante da 3ª companhia de polícia militar, tenente Cascudo, o crime teria sido motivado por ciúmes, onde o ex-marido da atual companheira da vítima, não se conformando com o fim do relacionamento, teria posto um fim na vida de Jorge. A companheira de Jorge e sua enteada reconheceram o suspeito.

O Corpo foi encaminhado para o NUMOL da cidade de Patos, onde passará por exame cadavérico.

Essa é a 12ª morte registrada em 2018 na cidade de Pombal.

+ CONFIRA OS NÚMEROS: Mais de 30 homicídios foram registrados em 2018 na cidade de Sousa e região

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’