header top bar

section content

Operação Semana Santa terá ações integradas para enfrentamento da violência na Paraíba

A atuação ocorrerá nos principais polos do Estado, abrangendo toda região metropolitana, Campina Grande, Guarabira, Patos, Cajazeiras e Sousa

Por Secom

18/04/2019 às 09h28

Violência contra a mulher gera concessões de medidas protetivas (Foto: Doidam10/Freepik)

A Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds) da Paraíba inicia nesta quinta-feira (17), por meio de seus órgãos operativos, a Operação Semana Santa 2019, que vai empregar efetivos das Polícias Militar, Civil, e do Corpo Bombeiros até o domingo de Páscoa. A ação, que envolve um efetivo superior a 6 mil homens e mulheres, visa executar trabalhos de prevenção e repressão qualificadas durante o período de feriado prolongado.

A Polícia Militar vai utilizar um efetivo 4.634 homens e mulheres e 1.500 viaturas, que serão dispostos principalmente na região metropolitana da capital, Campina Grande, de Patos e demais cidades polos do Sertão. Serão cobertos 33 eventos religiosos e intensificados os trabalhos de abordagens a pessoas e veículos, blitzen, checkpoints, em locais propícios à situação de vulnerabilidade social. A escolha dos chamados ‘pontos quentes’ é definida com base em um estudo de geoprocessamento realizado pelo Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Assessoria de Ações Estratégicas da Sesds.

Durante o feriado prolongado, a PM ainda vai utilizar todas as modalidades de policiamento: a pé, motorizado, canil, choque, policiais do Batalhão Ambiental, Ciclo Patrulha, Rádio Patrulha, Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), Cavalaria, Companhia Especializada de Atendimento ao Turista (Ceatur), entre outras.

O Corpo de Bombeiros Militar vai empregar um efetivo de 668 homens e mulheres durante toda operação, em uma média diária de 167 bombeiros, com auxílio de 57 viaturas operacionais e administrativas. Do litoral norte ao litoral sul, serão ativados 16 postos de guarda-vidas com o apoio de quatro embarcações itinerantes.

A atuação ocorrerá nos principais polos do Estado, abrangendo toda região metropolitana, Campina Grande, Guarabira, Patos, Cajazeiras e Sousa, entre outras cidades, bem como em 12 principais grandes eventos da Semana Santa, com ações preventivas, de acordo com direcionamento das Dioceses e Paróquias das regiões.

Serão realizadas ainda blitzen preventivas e educativas, a fim de orientar a população quanto aos principais riscos durante o feriado prolongado, seja no trânsito, em área urbana ou para quem irá pegar a estrada, seja aos banhistas que desejarem utilizar os ambientes aquáticos. A instituição também irá atuar em pontos base nas principais rotas de circulação de veículos, com o objetivo de reduzir o tempo resposta nos atendimentos às ocorrências, e vai realizar perícias, vistorias técnicas e inspeções nos locais onde ocorrerão os principais eventos religiosos da Semana Santa.

Responsável pelo trabalho investigativo, a Polícia Civil terá 718 homens e mulheres trabalhando em delegacias no Estado, entre delegados, agentes de investigação, escrivães de polícia, agentes operacionais e servidores do Instituto de Polícia Científica (IPC), com a presença de 133 viaturas.

Na 1ª Superintendência Regional de Polícia Civil (SRPC), que abrange a capital e os litorais sul e norte, o atendimento à população acontecerá na Central de Flagrantes, 6ª Delegacia Distrital de Santa Rita, 9ª e 12ª Delegacias Distritais (Mangabeira e Manaíra) e Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur) para registro de ocorrências, e ainda nas delegacias de Alhandra, Sapé e Mamanguape. Ainda estarão de plantão equipes das delegacias especializadas de Homicídios, Infância e Juventude, Roubos e Furtos de Veículos e Cargas, Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher. Na 2ª SRPC, que abrange a região de Campina Grande, o plantão será na Central de Polícia, na Delegacia de Atendimento Especializado a Mulher, e nas cidades de Guarabira, Itabaiana, Solânea, Queimadas, Esperança, Picuí, Cuité e Monteiro.

No Sertão, os polos de plantão serão localizados na Central de Polícia de Patos, na Deam, e nos municípios de Teixeira, Santa Luzia, Princesa Isabel, Itaporanga, Conceição, Piancó, Catolé do Rocha, São Bento, Sousa, Cajazeiras, Uiraúna e São José de Piranhas.

190, 193, 197 e Delegacia On-line – Como mais canais de atendimento ao cidadão, a Secretaria da Segurança e da Defesa Social disponibiliza o número 190, para comunicar qualquer tipo de ocorrência à Polícia Militar; o 193, que atende situações de resgates, acidentes, colisões, incêndios e outras emergências relacionadas à vida; e o Disque Denúncia (197), que recebe da população denúncias anônimas, com total sigilo e de forma gratuita. Nos casos de ocorrências simples, sem violência, a população pode contar com o serviço da Delegacia On-line (www.delegaciaonline.pb.gov.br).

Recomendado para você pelo google

EXCLUSIVO

Presidente reafirma proibição de arma na assembleia, fala da Operação Calvário e cortes de gabinetes

VÍDEO

Governador João Azevêdo fala sobre o afastamento político com Ricardo Coutinho e mudanças no Governo

TRAGÉDIA

VÍDEO E FOTOS: Delegado dá detalhes do grave acidente próximo a parque de vaquejada em Cajazeiras

ESPERANÇA

VÍDEO: Presidente da OAB declara que luta pela permanência da Vara do Trabalho de Cajazeiras não acabou