header top bar

section content

Patoense é assaltado, torturado e assassinado com vários tiros na região de Guarabira

A vítima morava no Luar de Angelita, região da Zona Norte de Patos. Pedro Neto deixa esposa e dois filhos.

Por Raquel Alexandre

10/06/2019 às 09h50 • atualizado em 10/06/2019 às 09h51

Polícia suspeita de crime de latrocínio. (Foto: Reprodução Folha Patoense)

O patoense Pedro Morais Medeiros Neto, de 37 anos, foi assassinado no último sábado (08), na região de Guarabira.

De acordo com a polícia, a vítima saiu de Patos para vender um gado que tinha em sociedade com um amigo, na região de Guarabira, e foi morta durante um assalto.

Segundo informações, Pedro Morais foi torturado e depois assassinado pelos suspeitos a fim de que confessasse onde estaria o dinheiro da venda do gado.

A polícia informou que o carro da vítima e um cordão de ouro foram levados pelos assassinos, o que comprovaria o latrocínio (roubo seguido de morte). Os suspeitos não levaram o dinheiro da venda do gado, pois já havia sido depositado em sua conta bancária.

A vítima morava no Luar de Angelita, região da Zona Norte de Patos. Pedro Neto deixa esposa e dois filhos.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VISTANDO SUA TERRA NATAL

Heron Cid defende centro universitário em Marizópolis e ponto de intersecção entre Sousa e Cajazeiras

BOA NOTÍCIA

Hospital Universitário de Cajazeiras passa a oferecer novos serviços para a população do Alto Sertão

REVOLTA

VÍDEO: ‘Só quem odeia Lula o quer preso, como se ele fosse um bandido perigoso’, diz jornalista

VÍDEO

“Sou liderança forte, mas estou abandonado”, declarou Gobira ao vivo sobre grupo de Carlos Antonio