header top bar

section content

Capitão da PM conta que vítima de tiros em Cajazeiras fez revelação sobre crime antes de morrer

Helinho foi vítima de tiros, não resistiu a gravidade dos ferimentos e faleceu no bloco cirúrgico do Hospital Regional de Cajazeiras.

Por Luzia de Sousa

16/09/2019 às 17h20

O Capitão Furtado, do 6º Batalhão de Polícia Militar falou sobre a tentativa de homicídio sofrida por Hélio Matias Nunes, mais conhecido por Helinho, 59 anos de idade.

VEJA TAMBÉM: Homem atingido por tiros não resiste aos ferimentos e morre no Hospital Regional de Cajazeiras

Helinho foi vítima de tiros, não resistiu a gravidade dos ferimentos e faleceu no bloco cirúrgico do Hospital Regional de Cajazeiras, Sertão da Paraíba.

O capitão revelou que antes de morrer a vítima disse que o atentado não foi assalto, mas não soube informar sobre a autoria dos disparos que sofreu.

Ele explicou que o crime não teve testemunhas, e a polícia está realizando diligências na tentativa de identificar os suspeitos.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

SESSÃO NA CÂMARA

VÍDEO: Em Cajazeiras, coordenador de Diversidade Religiosa na PB fala sobre diálogo e busca por respeito

ASSASSSINATO

VÍDEO! Delegado fala sobre o crime de homicídio que vitimou professor de karatê em Sousa

SEM POLÍTICAS PÚBLICAS

VÍDEO – Líder lamenta ‘desprezo’ dos governos e ‘extinção’ da cultura dos ciganos na cidade de Sousa

VÍDEO

SERTÃO: Empresário sugere vaquinha para “salvar” feira de negócios após prefeitura negar apoio