header top bar

section content

Suspeito de participação em explosões à bancos e carros fortes é preso pela Polícia Civil, no Sertão

Ele acabou preso após ser investigado pela Polícia Civil do Sertão, inclusive em complementação a Operação Ladinos

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

07/11/2019 às 08h51

A Polícia Civil de Catolé do Rocha, no Sertão da Paraíba, prendeu na noite desta quarta-feira (06) um jovem suspeito no envolvimento com explosões a bancos, PB1 e carros fortes em todo estado.

O jovem de 29 anos é o principal suspeito na explosão do carro forte na cidade de Lagoa, na região de Catolé do Rocha e mais três instituições bancárias na mesma região. Ele acabou preso após ser investigado pela Polícia Civil do Sertão, inclusive em complementação a Operação Ladinos, desencadeada pelas policias estaduais e investigada pelos Policiais Civis de Patos e Catolé.

Com mandado de prisão em aberto, por explosões a instituições financeiras, ele também foi autuado em flagrante por estar com um veículo roubado e um outro que pertence a um preso do presídio PB1. Os veículos carros seriam utilizados nas próximas ações.

O jovem foi encaminhado para a Delegacia de Catolé do Rocha e posteriormente conduzido para uma unidade prisional do estado.

Segundo o delegado seccional de Catolé do Rocha, Dr Sylvio Rabello, as prisões são de suma importância pra diminuir os crimes na região:  “Várias Operações já foram desencadeadas em Catolé e região. Os crimes contra instituições financeiras, são investigados pela delegacia especial de roubos a bancos de Patos com apoio das seccionais”, afirmou Dr Sylvio.

Recomendado para você pelo google

EDUCAÇÃO

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre tradicional colégio de Cajazeiras e recebe diretora, professoras e alunas

ALUNOS DÃO SHOW

VÍDEO: 3º dia da Mostra de Conhecimentos destaca a natureza, tecnologias, leitura, teatro e matemática

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: advogado sousense fala sobre a redução da maioridade penal. Você é contra ou a favor?

VÍDEO

Dra Paula fala sobre dificuldades na gestão do seu esposo em Cajazeiras e diz ser contra demissões