header top bar

section content

Último garoto vítima de acidente entre São José de Piranhas e Carrapateira recebe alta e está em casa

Nas redes sociais, familiares e amigos postaram fotos dos garotos juntos em um momento de emoção. Tia de um deles chamou os cinco de "os meninos do milagre"

Por Jocivan Pinheiro

01/12/2019 às 11h41 • atualizado em 01/12/2019 às 11h47

Tia de um dos meninos posta foto de encontro emocionante

O último dos cinco garotos que se envolveram em um acidente de trânsito no dia 15 de novembro deste ano, na rodovia estadual que liga São José de Piranhas a Carrapateira, no Sertão paraibano, recebeu alta do hospital onde estava internado, em Campina Grande, neste sábado (30).

Guilherme da Silva Araújo, de 09 anos, já está em casa, na cidade de Carrapateira, e passa bem. Ele ficou internado por 75 dias em Campina Grande. Os demais meninos já haviam recebido alta.

Além de Guilherme, se envolveram no acidente: Gustavo Pedrosa Galdino, 11 anos, Gabriel Bezerra da Silva, 11 anos, Bruno Pedrosa Gonçalves, 13 anos, Pedro Henrique Galdino Lins, 13 anos, e o condutor do carro, que é pai de um dos meninos.

VEJA TAMBÉM: Cinco crianças ficam feridas em acidente de carro na região de Cajazeiras

Segundo a polícia, o carro saiu da pista e capotou várias vezes após o condutor perder o controle da direção. O condutor não precisou ser internado.

Nas redes sociais, familiares e amigos postaram fotos dos cinco garotos juntos em um momento de emoção. A tia de um deles chamou os cinco de “meninos do milagre”.

Redação DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

ELEIÇÕES 2020

VÍDEO: Paula revela quem ela e Zé Aldemir apoiarão nas eleições das cidades de Uiraúna e Santa Helena

EXPLICAÇÕES

VÍDEO: Governador diz que falta de legista no fim de semana no IPC de Cajazeiras está sendo resolvida

CARNE OU OVO?

VÍDEO: após o aumento do preço da carne, consumo de ovos dispara na cidade de Sousa

PSB RACHADO

VÍDEO: Jeová diz que não apoia Denise como candidata a prefeita: “Ela se colocou como minha adversária”