header top bar

section content

VÍDEO: Em Patos, adolescente alega ter matado mãe e irmão por ser privado de praticar jogo online

A informação foi dada pelo delegado responsável no caso, em vídeo divulgado na manhã deste domingo (20). O pai do adolescente ficou ferido e teve que ser transferido para Campina Grande

Por Luiz Adriano

20/03/2022 às 09h39 • atualizado em 20/03/2022 às 13h33

O delegado Renato Leite, da Delegacia de Homicídios e Entorpecentes (DHE) da cidade de Patos, falou à imprensa e disse que a Polícia Civil elucidou o caso do duplo homicídio praticado na tarde deste sábado (19), na rua Oscar Torres, bairro Jardim Guanabara, quando a esposa de um sargento militar da reserva e um filho de 7 anos foram brutalmente assassinados a tiros dentro de casa.

Segundo a autoridade policial, o outro filho do casal, um adolescente de 13 anos de idade, confessou ter matado a mãe e o irmão, e ter tentado tirar a vida de seu pai.

VEJA TAMBÉM

Jovem mata os pais e deixa mensagens e símbolos supostamente satanistas espalhados pelo quarto

Mãe e filho foram mortos de forma trágica (Foto: Redes Sociais – Montagem: Diário do Sertão)

De acordo com o depoimento do garoto, o pai teria saído para comprar um remédio para a esposa que estaria com dor de dente. Aproveitando a ausência paterna, o menor teria se dirigido até o escritório do pai e pegado a arma que estava em um armário. Em seguida, o rapaz foi até o quarto onde a mãe estava deitada e atirou na cabeça dela.

Ao ouvir o disparo, o menino de apenas 7 anos correu para ver o que tinha acontecido e ao se deparar com a cena, iniciou uma discussão com o irmão, no que o adolescente começou a tentar contra a vida da criança. Nesse ínterim, o pai chegou e ao perceber a situação, tentou acalmar o adolescente e pediu que ele largasse a arma, mas mesmo assim ele atirou em seu genitor. Caído ao solo, o filho menor se abraçou com o pai quando também sofreu um disparo pelas costas.

Achando que todos teriam morrido, de imediato o garoto ligou para o SAMU e para a polícia e disse que a casa teria sido invadida e que a família teria sido assaltada. O delegado disse que após diligências, o caso foi elucidado. Ele informou que o jovem aparentou preocupação quando soube que seu pai não tinha morrido.

“A arma foi apreendida, foi encaminhada para a perícia e o menor aguarda em um local adequado por ser menor, a manifestação judicial e do Ministério Público, é realmente uma situação complicada, mas o nosso trabalho investigativo de hoje foi muito proveitoso e conseguimos chegar à elucidação desse caso. Infelizmente foi uma família que foi destruída na cidade hoje por conta dessa virtualização da vida”, disse o delegado.

MOTIVAÇÃO

O autor do Ato Infracional disse à polícia que, o que levou ele a praticar o crime seria porque seus pais não estavam permitindo que ele jogasse um jogo online por nome de Roblox. Ele acrescentou ainda que era pressionado por está tirando notas baixas na escola, porque em casa seu tempo era voltado para o jogo. O delegado falou que o garoto disse que se sentia pressionado quando era pedido para ele fazer algumas tarefas de casa do dia-a-dia como arrumar uma cama, enxugar uma louça, ou coisa do tipo.

Conforme o depoimento, o menor teria dito que a “gota d’água” foi o pai ter tomado seu celular impedindo-o de fazer uso do aparelho.

ESTADO DE SAÚDE DO SARGENTO

De acordo com informações da assessoria do Hospital Regional de Patos, o sargento ‘Bene’, como assim é conhecido, está com uma bala alojada na coluna. Ele foi transferido por volta das 22h30 deste sábado (19) para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. A informação é de que ele não está sentindo os membros inferiores porque provavelmente deve está com uma lesão na coluna.

O Diário do Sertão entrou em contato com a assessoria de comunicação do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande na manhã deste domingo (20) e fomos informados de que o paciente, de 56 anos, deu entrada na unidade à 00h25 e está internado na Área Vermelha com quadro clínico grave estável.

O CASO

Mãe e filho foram mortos a tiros na tarde deste sábado (19), na rua Oscar Torres, bairro Jardim Guanabara, na cidade de Patos, no Sertão paraibano. O esposo da mulher e pai da criança foi baleado nas costas e socorrido pelo SAMU para o Complexo Hospitalar Regional Janduhy Carneiro.

A PM foi acionada e ao chegar no local foi constatado o duplo homicídio e a tentativa de homicídio. O local foi isolado e a guarnição aguardou a chegada dos peritos da Polícia Civil.

Os corpos de mãe e filho foram removidos ao IPC para realização de exames cadavéricos. Ambas as vítimas foram identificadas como Iranilda de Sousa Medeiros Araújo, de 47 anos e Gabriel de Sousa Medeiros Araújo, de 7 anos.

VEJA MAIS

VÍDEO: Mãe e filho são mortos a tiros e pai fica baleado em tragédia na cidade de Patos, no Sertão da PB

Veja mais um vídeo com uma entrevista do delegado à imprensa local gravada ainda na noite deste sábado (19). As imagens são da TV Sol, da cidade de Patos:

DIÁRIO DO SERTÃO

DESINIBIDO

VÍDEO: Prefeito de Cachoeira dos Índios sobe ao palco e canta para multidão no ‘Festeja Cachoeira’

VÍDEO NAS REDES

VÍDEO: Cantor Zé Felipe se desculpa por atraso em show no Sertão da Paraíba e detona prefeito

SORTUDA

VÍDEO: Moradora de Brejo do Cruz é sorteada no Bilhete Doação da Sorte; veja se você ganhou mil reais

COMEMORAÇÃO

VÍDEO: Auto Som alegra os clientes em Cajazeiras com forró e comidas típicas no Arraiá de 28 Anos

Recomendado pelo Google: