header top bar

section content

MP recebe ação que pede afastamento de Carlos Antônio

O vereador Severino Dantas impetrou nessa segunda-feira representação no Ministério Público que pede o afastamento do prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio, alegando descumprimento da Lei Orgânica.

Por

19/11/2007 às 23h58

Se não bastasse o momento de turbulência na base aliada após a confirmação do nome do empresário Marinho Messias, como candidato, o prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio – foto – (DEM), tem mais um abacaxi para descascar. O vereador Severino Dantas (PT) impetrou nessa segunda-feira, 19, uma representação no Ministério Público contra o gestor cajazeirense. Na sua petição, o parlamentar solicita a cassação do prefeito por descumprimento à Lei Orgânica Municipal.

De acordo com a petição, Carlos Antônio está sendo acusado de se afastar do município por período superior a 15 dias, sem autorização legislativa, desobedecendo os ditames da Carta Municipal, da Constituição Estadual, além do Regimento Interno da Câmara.

O fato teria acontecido nas viagens que o prefeito fez ao exterior, precisamente a países asiáticos. Ele não teria feito qualquer comunicado ao poder legislativo e nem pediu autorização para efetuar o périplo por terras estrangeiras.

Severino informou que no processo foram anexados vários documentos que comprovam o crime praticado pelo prefeito municipal. A representação eleitoral, que será avaliada pelo promotor Leonardo Cunha Lima, pede o imediato afastamento de Carlos Antônio do cargo.
O vereador ainda pede a apuração da responsabilidade de seus colegas vereadores que rejeitaram pedido semelhante formulado no Poder Legislativo. Na época, o requerimento foi reprovado por 7 votos a dois.

Da redação do DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
NOVO DESAFIO

VÍDEO: Jornalista Heron Cid anuncia que vai se afastar das atividades para disputar as Eleições 2022

DRACO

VÍDEO: Mulher é presa em Pombal por tráfico de drogas e comercialização de armas a mando do companheiro

A CASA CAIU

VÍDEO: Foragido da Justiça de São Paulo com pena de 8 anos de prisão, é preso na cidade de Pombal

"PONTO FACULTATIVO"

VÍDEO: Mesmo sem ser feriado, comércio de Sousa fica ‘deserto’ no São Pedro e causa estranheza

Recomendado pelo Google: