header top bar

section content

Prefeito se antecipa e escolhe Marinho, mas enfrenta resistência de aliados

Carlos Antônio de Oliveira (DEM), resolveu antecipar de dois de janeiro de 2008 para a próxima semana o lançamento de seu candidato em 2008.

Por

12/11/2007 às 19h28

O prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio de Oliveira (DEM), resolveu antecipar de dois de janeiro de 2008 para a próxima semana o lançamento de seu candidato em 2008. Ele confirmou o que o DIÁRIO DO SERTÃO há muito tempo prenunciava em suas matérias de forma sutil.

O seu candidato será o empresário Marinho Messias, atual diretor do Hospital Regional de Cajazeiras. Ele já comunicou sua decisão, nesse final de semana, à vereadora Lea Silva (DEM), ao presidente da Câmara, Marcos Barros (PSDB), e mais outros dois vereadores do DEM.

Resistência
Nesta segunda-feira à noite Carlos terá a missão mais difícil do processo: convencer o deputado estadual José Aldemir. Eles vão se encontrar em João Pessoa para discutir o assunto, no entanto, o parlamentar já foi comunicado por terceiros da escolha do prefeito e não gostou.

Até agora, o procurador geral do município, Adjamilton Pereira, um dos nomes do grupo situacionista, não foi procurado pelo prefeito. Nos bastidores, sabe-se que dificilmente Adjamilton aceitará a decisão em torno do nome de Marinho e provavelmente entregará o cargo que ocupa na Prefeitura.

O estopim para precipitação teria sido uma entrevista do deputado estadual José Aldemir na Rádio Alto Piranhas AM, na última sexta-feira. Indagado pelos radialistas Nilvan Ferreira e Fabiano Gomes sobre a candidatura de Marinho, Aldemir reagiu com indignação: "Quem é Marinho?", indagou ironicamente.

Da redação do DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
SORTEIO DE R$ 100,00

VÍDEO: “O que o Brasil mais precisa?” agitou o Pix Diário do programa Olho Vivo; veja as respostas

CULTURA NORDESTINA

VÍDEO: Comerciantes de fogos juninos se adaptam para manter tradição em barraquinhas da cidade de Sousa

TRADIÇÃO DA ÉPOCA

VÍDEO: Comerciantes de produtos juninos avaliam vendas em Cajazeiras e temem mudança para outro local

REAÇÃO

VÍDEO: Governador diz que lei sancionada por Bolsonaro é ‘absurdo’ e não reduz preços dos combustíveis

Recomendado pelo Google: