header top bar

section content

Câmara de Cajazeiras firma compromisso com servidores da Saúde para cobrar do prefeito reajuste salarial e data-base – Vídeos!

Sessão especial discutiu maneiras de cobrar do Poder Executivo a implantação do Plano de Cargos e Carreira (PCCR) que já foi aprovado pela Câmara

Por Jocivan Pinheiro

23/05/2017 às 06h00 • atualizado em 23/05/2017 às 01h23

A Câmara Municipal de Cajazeiras, sob o comando do presidente Marcos Barros (PSB), realizou nesta segunda-feira (22) uma sessão especial pública de autoria da vereadora Léa Silva (DEM), com a participação de membros da diretoria do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Cajazeiras (SINFUMC) e servidores da Saúde do município, para discutirem maneiras de cobrar do Poder Executivo a implantação do Plano de Cargos e Carreira (PCCR) dos referidos servidores, que já foi aprovado pela Câmara, mas ainda não está sendo cumprido pela gestão municipal.

Após uma consulta aos arquivos da Casa durante a sessão, o sindicato e os servidores foram informados de que o PCCR não entrou na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do município para o ano de 2017. No entanto, o presidente Marcos Barros explicou que isso não impede o prefeito de implantar o novo piso ainda esse ano, pois para isso basta que ele envie à Câmara, para votação, uma solicitação de suplementação orçamentária. Todos os vereadores se comprometeram a votar a favor da suplementação caso o pedido seja enviado.

VEJA TAMBÉM: Servidores da Saúde realizam manifestação e cobram reajuste salarial; protestos ocorrerão toda semana em Cajazeiras

Vereadora Léa Silva discursa durante a sessão

Em defesa do governo municipal, o vereador Jucinério Félix (PPS) disse (no vídeo abaixo) que o prefeito José Aldemir Meireles (PP) é sensível à causa dos servidores da Saúde e tem interesse em começar a pagar um novo piso salarial, porém antes é preciso que a Secretaria de Finanças realize um estudo quadrimestral do impacto que o PCCR vai causar na folha do município para que a gestão não incorra em crime de responsabilidade fiscal. Segundo Jucinério, esse estudo será apresentado no próximo dia 09 de junho.

O presidente Marcos Barros nomeou uma comissão formada por dois vereadores de situação e dois de oposição e mais o procurador jurídico da Câmara para que, juntamente com o procurador jurídico do sindicato, o secretário de Finanças do município e o prefeito, cheguem a um acordo do valor do novo piso salarial da Saúde com base nessa auditoria do impacto nos cofres do município. Até lá, a categoria mantém o indicativo de paralisação nesta quarta-feira (24).

Parlamento CZ

VÍDEO

Músico dá show no Acústico Diário e anuncia novo CD de trabalho; ele contou sobre o início da carreira

57 ANOS

VÍDEO: Prefeito prepara obras para serem entregues no dia da cidade em Santa Helena e convida população

MAIS UMA ESPECIALIDADE

VÍDEO: Clínica de Cajazeiras conta agora com médico especialista em doenças do intestino, reto e ânus

EPISÓDIO 14

VÍDEO: Coisas de Cajazeiras mostra trajetória do ex-prefeito Chico Rolim e fala de segurança no trabalho