header top bar

section content

Zé Vieira batiza sucessor de ‘gerente’, diz que pode deixar vida pública, fala sobre Andaime e afirma que atual prefeito de Marizópolis só inaugura pintura de meio fio. VEJA VÍDEO!

o ex-prefeito disse que a cidade vive um caos administrativo e disparou: “O povo deu uma vacilada quando deixou de eleger o nosso candidato”.

Por Luzia de Sousa

01/06/2017 às 07h48 • atualizado em 01/06/2017 às 09h41

O ex-prefeito da cidade de Marizópolis, Zé Vieira (PSB), em declaração a TV Diário do Sertão esta semana disse que a gestão de José Lins Braga (Zé de Pedrinho-PSDB), “não existe ainda”, e minimizou o ex-aliado e agora o adversário político: “O gerente de Marizópolis está há nove meses no cargo, nadando em dinheiro e não conseguiu executar uma obra”.

Veja mais!

+ Herança? Comando de entidade passa do prefeito para o filho na região de Sousa

+ USOU E ABUSOU? Prefeito da região de Sousa é acusado de usar máquinas do PAC para ganhar voto e após ficarem sucateadas abandonar em terreno. VEJA AS FOTOS!

Zé Vieira disse que a cidade vive um caos administrativo e disparou: “O povo de Marizópolis deu uma vacilada quando deixou de eleger o nosso candidato, Miguel Neto”.

O ex-gestor atribuiu a derrota nas urnas a sua saída do cargo no ano eleitoral devido processos que respondia quando ainda não era prefeito da cidade e denunciou: “Eles na prefeitura fizeram o carnaval e em três dias compraram 600 votos de pessoas humildes”.

Ex-prefeito da cidade de Marizópolis, Zé Vieira

Ele disse que esse período fora do poder está tirando “férias”, pois durante 20 anos que administrou Marizópolis não viveu, apenas trabalhou, ele afirmou a reportagem que poderá deixar a vida pública: “Meu tempo foi doado diuturnamente a esta grande administração que fizemos e está dando trabalho ao gerente que está lá agora”.

Indagado sobre o termo empregado para se referir a Zé de Pedrinho, ele disparou: “É porque gerente arrecada e paga. É o que está fazendo em Marizópolis”

Obras
Perguntado sobre as obras do atual prefeito para inaugurar no dia da cidade, que é comemorado neste mês de junho, Zé Vieira disse que seu opositor vai entregar 10 mil metros de meio fio que ele pintou, mas a obra foi feita por sua administração. “Nunca inaugurei reforma, inaugurava obras. Toda festa da cidade entregávamos R$ 3 ou R$ 4 milhões em obras, e este ano pela primeira vez Marizópolis não terá uma obra”

Eleições
Zé Vieira disse que no momento não vai lançar nomes para concorrer a prefeitura em 2020, mas revelou que seu grupo tem bons nomes para a disputa municipal e confidenciou que tem conversado com o jornalista Heron Cid.

“Difícil não é ser prefeito é ser o gestor que Zé Vieira foi. Desafio qualquer gestor desse país fazer uma comparação de administração pública”.

Sobre a Operação Andaime, que ele é um dos investigados, Zé Vieira justificou: “Por que é que fui parar na Andaime? Porque eu fiz obras”.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
MÊS ESPECIAL

VÍDEO: Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Cajazeiras encerra festa neste sábado com mensagem de paz

ANTAGONISMO

Bolsonaro x Haddad: plano de privatização do ensino contra gestão que abriu 126 universidades, diz padre

VÍDEO & FOTOS

DIA DAS CRIANÇAS: Atividades e festa resgatam o prazer de brincar em alunos de escola de Cajazeiras

MORTO HÁ DOIS ANOS

VÍDEO: Filha conta detalhes do assassinato de comerciante sousense e se emociona: “Sou Damião Malvino”