header top bar

section content

VÍDEO: Advogado explica cassação do prefeito de Triunfo e diz que decisão de novas eleições ocorrerão somente em última instância; “Zé Mangueira continua no cargo”

“Determinou eleição em última instância. Zé Mangueira continua no cargo”, antecipou Damísio Mangueira

Por Luzia de Sousa

10/07/2017 às 12h39 • atualizado em 10/07/2017 às 12h45

O advogado e ex-prefeito de Triunfo, Damísio Mangueira (PMDB), em entrevista exclusiva ao Diário do Sertão comentou a decisão do juiz eleitoral, Agílio Tomaz, da 37ª de São João do Rio do Peixe, que cassou nesta segunda-feira (10), os mandatos do prefeito José Mangueira (PTB) e da vice-prefeita Francisca Franciele Gonçalves.

Segundo informações chegadas a redação do Diário do Sertão, o juiz decidiu em primeira instância por aplicar multa de R$ 30 mil, cada um deles por acusação de suposta compra de votos na eleição de 2016.

Prefeito da cidade de Triunfo, Zé Mangueira

Como os concorrentes, segundo e terceiro colocados, obtiveram mais de 50% dos votos, o magistrado deliberou por novas eleições.

Segundo Damísio, o prefeito vai recorrer da decisão ao Tribunal Regional Eleitoral e continuará no cargo até a decisão em última instância. Ele relembrou que governou por liminar, pois também teve problemas judiciais.

“Determinou eleição em última instância. Zé Mangueira continua no cargo”, antecipou Damísio Mangueira

DIÁRIO DO SERTÃO

COM OLIVAN PEREIRA

VÍDEO: Exoneração do sobrinho de Rivelino Martins e nomeação de Maura Sobreira agitam o Direto ao Ponto

CONTRA A LIBERAÇÃO

VÍDEO: Comandante da PM de Cajazeiras vê risco de aumentar crimes domésticos e fúteis com posse de arma

EM 2020

VÍDEO: Deputado federal sugere que Chico Mendes pode ser candidato a prefeito de Cajazeiras pelo PTB

UNA FREVO 2019

VÍDEO: Com 16 atrações, destaques nacionais e percurso do frevo, carnaval da cidade de Uiraúna é lançado