header top bar

section content

VÍDEO: Câmara de Cajazeiras reprova as contas de Léo Abreu e Carlos Rafael, que agora estão inelegíveis

Apesar de a ampla maioria ter sido a favor dos ex-prefeitos, suas contas foram reprovadas porque era preciso pelo menos 2/3 de votos dos parlamentares presentes

Por Jocivan Pinheiro

01/09/2017 às 18h52 • atualizado em 01/09/2017 às 18h56

Com nove votos contrários ao parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e cinco a favor, as contas dos ex-prefeitos de Cajazeiras Léo Abreu (sem partido) e Carlos Rafael (PMDB), exercícios de 2011, foram reprovadas na Câmara Municipal, tornando os dois inelegíveis por oito anos.

Apesar de a ampla maioria ter sido a favor de Léo e Carlos Rafael, suas contas foram reprovadas porque era preciso que 2/3 dos parlamentares presentes, ou seja, no mínimo dez, votassem contra o parecer do TCE, no entanto houve apenas nove votos nesse sentido.

Antes da votação das contas de Léo e Carlos Rafael, o parecer do relator da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, vereador Kleber Lima (PTB), que acompanhava a decisão do TCE, também foi votado, porém rejeitado pela maioria.

Carlos Rafael e Léo Abreu

Quem foi contra e quem foi a favor

Votaram contra o parecer do TCE os vereadores Neguim do Mondrian (PSD), Roselanio Lopes (PTB), João da Coca (PTC), Eudomar Filho (PTC), Eriberto Maciel (PP), Neto da Vila Nova (PPL), Jucinério Félix (PPS), Lindberg Lira (PTB) e a vereadora Léa Silva (DEM).

A favor do parecer do TCE votaram Kleber Lima (PTB), Álysson Voz e Violão (PSB), Moacir Menezes (DEM), Delzinho (PTC) e Rivelino Martins (PSB).

DIÁRIO DO SERTÃO

MÚSICO-TERAPIA

VÍDEO: Médico paraibano alegra e emociona pacientes de hospital em Sergipe tocando sanfona

DENÚNCIAS

VÍDEO: Internautas divulgam fotos mostrando problemas na prefeitura de Carrapateira e no ginásio público

PARCERIA DE SUCESSO

VÍDEO: Cursinho Mais Med e TV Diário do Sertão estreiam programa com dicas e conteúdos para o ENEM 2020

15 FICHAS POR DIA

VÍDEO: Clientes se revoltam com atendimento, aglomerações e abandono no Banco do Brasil de Cajazeiras

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!